Duas pessoas morreram, outras quatro ficaram feridas e seis foram dadas como desaparecidas no incêndio, num petroleiro em reparação na doca de Perama, perto de Atenas, revelou o Ministério da Marinha Mercante.

Segundo noticia a agência Lusa, o navio com pavilhão do Panamá é propriedade da sociedade grega Friendshipgas.

Um acidente numa operação de soldadura poderá estar na origem do acidente, revelou um porta-voz do Ministério.

Os bombeiros combateram as chamas durante quatro horas.

Os acidentes acontecem com alguma frequência em Perama e os sindicatos de estivadores protestaram em várias ocasiões contra as más condições de trabalho.


HB