O chefe de um proeminente instituto de pesquisa do cancro nos Estados Unidos emitiu um aviso sem precedentes à sua equipa e aos alunos da universidade: limitem a utilização do telemóvel porque há risco de cancro.
O aviso do Dr. Ronald B. Herberman, director do Instituto do Cancro da Universidade de Pitsburgh, contraria uma série de estudos que não conseguiram encontrar relação directa entre a utilização do telemóvel e o cancro.

Herberman está a basear o seu aviso em informação que ainda não foi publicada. Afirma que tem de esperar-se muito pelas respostas da Ciência, e deve tomar-se acções já, principalmente no que às crianças diz respeito.

«Não devemos estar à espera de um estudo definitivo nesta matéria. É melhor jogarmos pelo seguro do que arrependermo-nos mais tarde», disse o cientista à CNN.