Uma mulher, loira e linda, estava pronta para a se atirar ao mar no cais do porto de Matosinhos

-Tu ai princesa! Para! Não faças isso! - grita um marinheiro que vê a cena.

-Vou me matar, minha vida é horrível!

-Por favor, não faças isso! Olha, meu navio parte hoje para a América do Sul. Por que não vens comigo e, enquanto isso, pensa melhor? Quando chegares lá, depois decides o que vais fazer da tua vida mas, pelo menos, terás conhecido a América do Sul.

A loira achou interessante e foi com ele para um bote salva-vidas. Lá, ela viajaria clandestinamente.

Durante duas semanas, ele a visitava à noite trazendo comida, água e fazia s*xo com ela. Até que um dia o capitão fez uma inspeção nos botes e descobriu a loira. Sem saída, ela confessou:

-Olha, eu estou aqui, seguindo para a América do Sul, porque um marinheiro me trouxe. Todas as noites ele me traz comida e água, e como agradecimento eu faço s*xo com ele. E vai ser assim até chegarmos à América do Sul... Ainda falta muito?

-Acho que sim, menina. Esta barca só faz a travessia do Rio até Vila Real.