A mulher para o marido, que entra embriagado em casa:
— E ainda te atreves a olhar para a minha cara?
— Ó filha... a tudo a gente se habitua.