As bolsas europeias valorizaram o máximo em duas semanas, numa altura em que o Plano Paulson acabou de ser aprovado.

Entre os índices que mais avançaram estiveram o Stox50, que subiu 3,71%, o espanhol Ibex, que apreciou 3,78% e o holandês AEX, que valorizou 3,99%.

O sector da banca disparou mais de 6% e o financeiro mais de 2%, sendo estes dois os que mais contribuíram para a tendência dos índices.

O HBOS e o Lloyds já dispararam mais de 10% uma vez que os economistas prevêem que o Banco de Inglaterra reduza o máximo sua taxa de juro de referência desde 2001, na próxima semana.

O UBS ganhou mas de 10% para os 23,98 euros enquanto o BBVA avançou mais de 6% para os 12,30 euros.

O Plano Paulson acabou de ser aprovado com 263 votos a favor e 171 contra, o que indicia que este está mais perto de ser aprovado e razão pela qual as bolsas fecharam com fortes ganhos e nos EUA negoceiam a subir mais de 2%.


Fonte Inf.- Jornal de Negócios


.