Bayer investe mil milhões em sustentabilidade ambiental

O grupo Bayer está a investir mil milhões de euros num programa de sustentabilidade ambiental, até 2010, que tem por objectivo rentabilizar a eficácia energética e preservar o meio ambiente.

Este investimento tem como prioridades o desenvolvimento de produtos e processos eco-friendly e a redução das emissões de dióxido de carbono (CO2), segundo o divulgado em comunicado.

«Enquanto empresa industrial, a Bayer é forçada a emitir gases CO2. Estamos conscientes desse facto, bem como dos problemas que afectam o nosso planeta e a vida humana», disse Werner Wenning, presidente do Conselho de Administração da Bayer AG. «Por essa razão, temos procurado investir (…) no desenvolvimento de novas formas de poupança de energia e preservação ambiental».

Transversal a todas as divisões do grupo, o projecto prevê a redução, até 2020, de um terço das emissões de CO2, por parte da Bayer MaterialScience (BMS). Em igual período, a Bayer CropScience (BCS) e a Bayer HealthCare (BHC) pretendem diminuir as emissões, respectivamente, em 15% e 5%.

O investimento vai incluir a construção do Eco Commercial Building, na Índia – um edifício totalmente livre de emissões poluentes e com medidas que representam uma poupança de energia na ordem dos 70%.

Paralelamente, o grupo apostou no desenvolvimento de novas matérias-primas para bio combustíveis (como a jatropha) e a descoberta de um ingrediente activo – imidacloprid - para protecção das culturas.

A Bayer pretende ainda apoiar jovens investigadores e cientistas na criação de projectos do âmbito ambiental, com o prémio Bayer Climate Award.


DD