Um casal que dirigia um serviço de babás nos Estados Unidos foi gravado abusando sexualmente de crianças com idades a partir de 2 meses, segundo informou a polícia à agência AP na sexta-feira.

Stephen E. Quick, 31 anos, e Samantha Light, 25 anos, ambos de Veedersburg, em Indiana, estão presos, acusados de molestar e explorar crianças. Ao revistar a casa onde moravam, a polícia encontrou um vídeo em que pelo menos quatro crianças, com idades entre 2 meses e 6 anos, sofrem abusos sexuais. "Em 15 anos de trabalho, esta é a pior coisa que eu já vi ou imaginei", disse o xerife Bob Kemp.

A polícia passou a investigar o casal depois que uma menina de 3 anos disse aos pais que Samantha tinha tocado nela de maneira inapropriada e tirado fotos suas, em 28 de fevereiro.

Na casa de Samantha e Quick foram apreendidos um computador, câmeras de fotografia e vídeo, material pornográfico, drogas e material para o consumo de entorpecentes. Além disso, objectos usados no vídeo feito com as crianças foram encontrados em uma segunda vistoria à residência.

O casal foi detido em 5 de março. Eles não tinham nenhuma passagem anterior pela polícia. A filha do casal foi retirada da casa onde vivia com eles.


.