Pirataria: Sequestradores ameaçam matar tripulação de barco italiano sequestrado no Golfo de Aden

Os sequestradores do rebocador italiano Buccaneer, assaltado por piratas a 11 de Abril no Golfo de Aden (Oceano Índico), ameaçaram matar os seus 16 tripulantes se as negociações não começaram dentro de 72 horas, revelou hoje a imprensa local.

O ultimato, citado pela imprensa, foi referido pelos familiares de Vincenzo Montella e Giovanni Vollaro, dois dos retidos italianos com quem foi possível o contacto.

Todavia, num comunicado de imprensa divulgado pouco depois de se conhecer esta notícia, o Ministério italiano dos Negócios Estrangeiros precisa que nem o armador do navio nem a Embaixada de Itália na Somália comunicaram que os sequestradores se tenham expressado "nesses termos", negando, por isso, qualquer ultimato.


Fonte: Lusa


.