Página 1 de 5 1 2 ... Último
  1. #1
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633

    Padrão Letras Mind Da Gap

    ..as Coisas São”



    A vida pode mudar consoante a situação
    Na atribulação, somos carne pra canhão
    Uma história de como se torna frio, um coração
    Consoante a situação, hoje é assim que as coisas são

    Ela era linda, já desde puto que eu a queria
    Também todos os outros rapazes que eu conhecia
    Onde vivia, ele era o maior guna que havia
    Consumo, tráfico, tudo de ilegal ele fazia
    Constava que tinha morto um gajo num dia
    Ela tinha andado metida com ele, ele ainda a queria
    Tinha sido à anos, ela era minha e ele sabia
    E nossa relação em causa eu nunca poria
    Até que uma vez, nunca julguei que ele fizesse o que fez
    Cheguei a casa e depois te ter tocado 1,2,3
    Ninguém atendeu, ouvi gritos, na altura eu
    Nunca iria adivinhar o tristemente aconteceu
    Ao abrir a fechadura tava torta e a seguir
    Não sabia depois da porta, o que estava para vir
    Ela estava debaixo dele a tentar fugir
    Pelo meu corpo um arrepio se fez sentir
    Uma arma na mão, que me apareceu resposta não
    _____ enfiei um balastro, estendi-o no chão
    Nem tinha reparado, tinha disparado uma no pulmão
    Chumbo do gatilho, sangue espalhado no colchão
    A morrer, quase senti o corpo dele a arrefecer
    Olhei para ela, vi-lhe uma lágrima a escorrer
    Ela disse: "Meu Deus! E agora que vamos fazer?"
    Que responder? a policia tava ai a aparecer
    Esconder a arma, eles vinham-me prender
    Assalto, auto-defesa eu podia lhes dizer
    Ele é que estava mal, já tinha morto uma pessoa
    Fiquei a olhar pa ela completamente à toa
    Dei-lhe a mão, pelas costas senti um agarrão
    Disse-lhe então pra me ir visitar à prisão
    [levado, fui julgado,?] tenho que aguentar a pressão
    A nossa vida pode mudar através da situação

    A vida pode mudar consoante a situação
    Na atribulação, somos carne pra canhão
    Uma história de como se torna frio, um coração
    Consoante a situação, hoje é assim que as coisas são
    x2

    Não fui eu, não sou eu, mas podia ser eu
    Não foste tu, não és tu, mas podiamos ser nós
    Somos o que somos e havemos de ser
    E à coisas que não prevemos que podem acontecer
    Isto não é real, isto é ficção total
    Apenas o conto, como tudo pode correr mal
    É uma história, encenação, descrita, dramatização
    Criação na mente, argumento, narração

    A vida pode mudar consoante a situação
    Na atribulação, somos carne pra canhão
    Uma história de como se torna frio, um coração
    Consoante a situação, hoje é assim que as coisas são
    x3
    As coisas são...

    Força de intervenção...
    Vai ser aniquilado de vez...
    Boom boom boom boom
    (não se brinca moço)
    Movimento de acção positiva!
    (não se brinca)
    Apocalispe!
    Pessoas positivas...
    Tamos noutro nivel! noutro nivel!
    Fechou o tasco moço!
    O mundo natural... esquece o mundo quimico...
    (acabou o show)
    É o mundo psiquico...
    A _____... Coalizão... do mais bruto ponto...
    Dos escombros da cidade...
    (moço... moço...)
    Segue as pegadas da verdade...
    Segue as pegadas da verdade...
    Renascer...
    Mind da Gap e Dealema...
    Pa chegar á fonte da eternidade...
    (Mind da Gap e Dealema)
    Mestres, guerreiros...
    Mind da Gap e Dealema...
    E feitiçeiros...
    (2º e 3º piso)
    Mind da Gap e Dealema...
    (3º piso...)
    Mind da Gap e Dealema...
    [bué vezes]
    Estrondo...
    2º piso...
    Mind da Gap e Dealema...
    .... sem estrelas a estrilhar...
    [segue-se um grande escabexe dos gajos a gritarem, entre outras coisas,
    Serial, Maze, Mundo verdadeiro, X-Pião, Coalizão, La Familia, Vigozoo,
    etc...]
    Desta ver a revolução não vai passar na televisão!!


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  2. #2
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Acordaste”



    Acordaste um dia e descobriste que tudo o que fizeste
    De nada adiantou, não venceste, fugiste, refugiaste-te, perdeste-te
    43 anos e uma familia de 3, muita responsabilidade
    Nunca enriqueceste, enloqueceste com complexo de inferioridade
    Escondeste-te por trás da garrafa e por baixo da heroina
    Tapado com o jornal lembraste da tua filha tão pequena
    Não aguentaste a pressão vieste viver na rua
    Na minha, a vergonha era tanta que não arriscaste ficar na tua
    Com tempo de sobra começaste a pensar na **** da vida
    Definhavas cada conclusão a que chegavas era uma ferida
    Reniscências do teu passado assombravam a tua mente
    Incrédulo concluias que afinal não eras assim tão diferente
    18 anos a aprender ensinado por quem não sabe muito mais
    Para ter um futuro melhor pertencer aos que mandam mais
    A hierarquia da vida social tem pormenores, muitos escondidos
    E tu e mais alguns milhares continuaram na mesma perdidos
    Dos teus amigos não sabes, os vossos caminhos não se cruzam
    E travar novos conhecimentos são coisas que já não se usam
    Tinhas um cartão de crédito mas eras controlado como um fantoche
    Sonhavas com um carro a sério e vias o teu patrão num porsche
    Eles sempre te tiveram na palma da mão so agora descobriste
    Quando estudavas, era estudar, trabalhavas, pau mandado é triste
    Vives num mundo só teu, a sociedade olha-te como um animal
    Mal estavas, pior estarás, ao menos estás em paz o que não é natural
    Ou será estar perto de leis criadas para escravizar qualquer um
    Do preto ao branco, amarelo, vermelho famoso é o mais vulgar lugar comum
    Quando pensavas que percebias que o mundo se movia através de energia
    Não imaginavas o que faltava saberes como sabes hoje em dia
    Esta conspiração não é original já é reedição de algo ancestral
    Teve origem na vertigem do moinho da virgem da organização celestial
    É muita areia pra camioneta pessoas sem cheta, tempo ou Q.I.
    Pra pensar senão na vida de formiga que levam enquanto andam aqui
    Calcado por toda a gente tens uma cara que te é algo familiar
    A tua filha anda pla rua com a tua mulher a vaguear ou passear
    Autistas olham as montras sem verem os que se esconde por detrás
    Espelhos falsos, expressões dúbias camuflam estratagemas e quem os faz
    Quem serás canto mestre pra castigar quem mete com razão
    Pra crucificar quem suspirar e tentar usar da sua própria imaginação
    Consciência está adormecida por aparelhos domesticados pra cumprir
    Mandatos de captura a sério de individuos iluminados querem fugir
    O mundo gira não no seu eixo mas num mundo organizado de leis fingido
    Pra ensurdecer e mordecer uns outros levados por um homicidio
    Não conseguiste ir mais longe, nem a tua familia reconheceu a escuridão
    Ao fundo do tunel, apesar de teres tentado chamá-los à atenção
    Talvez fosse ao fim e ao cabo este o destino que te estava reservado
    Voares livre numa linda paisagem limpa, morreres afogado
    Talvez fosse ao fim e ao cabo este o destino que te estava reservado
    Voares livre numa linda paisagem limpa, morreres afogado
    Acordaste


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  3. #3
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633

    “Atiradores Furtivos”



    Atiradores furtivos
    Atiradores furtivos
    Oh moço fecha o tacho refundido no fundo do poço
    Do fosso, do esgoto, ratos de caça atacam ao pescoço
    Do morto, sinal ao uivo, Coalizão ou diluvio verbal
    Homicidio Sereal o labirinto do Santo Lirical
    Com o afilhado ao lado
    Padrinho no caminho minado
    Percorrido como planeado pelo exército camuflado
    MDG os inimigos do sistema instalado
    Atitudes bem fortes, cortantes identidades
    Mentes independentes conscientes nas cidades
    Onde as falsidades das serpentes são fluentes, sementes
    Serão rudes as viscicitudes, são facas de 2 gumes
    Não te iludas com o que pisas
    Num momento é cimento, noutro areias movediças
    MDG e DLM teme, treme, geme estupidamente
    Extraordinário verme germe do leme
    Dá-te um nó na garganta, a tua cena é tão chunga
    Coalizão somos gunas controladores de rotundas
    De 6ª a 2ª comícios, grizos à custa de cínicos
    Mundo mímico, estranho e sinistro
    Eu desde que ouvi Joe Peschie (?) a rimar acredito em tudo tudo
    Há-de estar tudo, sou um santo ou sortudo
    Elementar meu caro, meu estilo raro disparo
    Nós __________ não há contacto ___________
    A voz poderosa sequiosa prosa em T
    Eles são quem são, quem vão Coalizão manter

    D L M e M D G
    Somos aquilo que toda a gente vê em MC
    Ouve e reconhece, reza uma preçe
    Mais unidos que uma messe com finess faz esse!
    x2

    Vais ficar em coma como a Madonna quando era virgem
    Se vissem o meu interior, a dor causava uma vertigem
    Agem ou não reagem, atiradores furtivos no mundo selvagem
    Coragem, um fecho na boca e vejam como agem
    Nesta viagem, alargada ao cimo de uma miragem da porta
    Que te abrimos, os sinos tocam e repicam a tua horta seca
    E morreste, já perdeste
    E não reconheceste, não reconheceste, não reconheceste
    Sofro de claustrofobia citadina aguda
    Vida nocturna na rua à procura da rotura
    Lógica na mente, uso o afluentemente sempre
    Ao banal oponho-me originalmente
    Frenético, técnico, métrico, fantástico léxico
    Do crónico, terrorista sónico, com som estrambólico
    Assim liberto o ódio, assim liberto o ódio
    Assim liberto o ódio
    Enquanto lhe dás na base eu dou-lhe na face, tasse
    Com classe Coalizão parte frente na face sente
    Impacto é duplo a tua crew vai ao rubro
    Ao estilo puro e duro da 14 de Outubro
    Um bastão de um milhão de rimas comprovação
    Maior de idade _________ Coalizão
    Mental, estilo verbal também como colossal oficial
    Verbal, moral, duelo fatal
    O tal que tem, o mal que vem mortal pra cem
    Sou quem sou pa onde vou e com quem

    D L M e M D G
    Somos aquilo que toda a gente vê em MC
    Ouve e reconhece, reza uma preçe
    Mais unidos que uma messe com finess faz esse!

    D L M e M D G
    Continuamos a ser aquilo que toda a gente vê em MC
    Reconhece e respeita a nossa santa ceita
    Aceita e observa mas não mordas a receita

    D L M e M D G
    x4

    Somos aquilo que toda a gente vê em MC
    Ouve e reconhece, reza uma preçe
    Mais unidos que uma messe com finess faz esse!

    Os atiradores furtivos...
    A messe...
    Mind da Gap e Coalizão a representar 99 até ao fim do mundo, fimdo milénio!
    Faz esse!


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  4. #4
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Atitude Construtiva”




    Refrão1:
    Transbordamos sentimentos,
    Nestes hinos abordamos os momentos em que estamos sozinhos
    Descobrimos caminhos, inspiramos vida
    Ganhamos coragem para enfrentar-mos mais um dia

    Tenho pensado demais e acho que ando acordado de mais
    Tanto que uma nuvem na cabeça me fecha portais
    Forças bloqueia em cadeia quem semeia
    Só fez correr uma mão cheia de areia
    Onde é que foram as pessoas de quem gostava
    Para onde é que foram todas as pessoas
    Com quem passava dias e encontrava frias para aguentar
    Minhas palavras pesam na consciência e deixam escapar
    Se me sinto sozinho agora será que não estava antes
    Todos acabamos por seguir caminhos diferentes
    A culpa não é deles, nem é minha, é nossa
    Não quero absolvição, só peço a razão, a vossa

    Refrão2:
    E quando a noite cai
    Transformamos energia negativa
    Em vibração positiva que sai
    Iluminada e criativa
    Atitude construtiva perante o desafio da rotina

    Observo a chama da vela que treme
    Com a corrente do pensamento que fica
    Medito profundamente, meu carma
    Com calma, com nabo só (strong plana)
    Sinto a solidão apoderar-se da minha alma e do espírito
    Neste espaço restrito sinto o infinito
    Enquanto cravo chora no abstracto
    Expiro, respiro, sentimentos transpiro
    Não imaginas como é escuro o sítio ao qual me refiro
    Antes só que mal acompanhado
    É verdade, não consigo deixar de me sentir traído pela saudade
    Nestes momentos eu paro, respiro
    E escrevo versos que fazem os mais fortes sentir o meu medo

    Refrão1
    Refrão2

    No fim acabas só tu, como no começo
    Enfim, pisas o chão, dás mais um ou outro passo
    Olhas o céu, como outros olham o teu
    O mesmo, porque é que fingem que nada aconteceu?
    Trocas uma sala cheia por uma vazia
    Sabes que seria igual, nada aconteceria
    Pões os teus olhos à procura de rostos familiares
    Encontras reacções dispares, muitas aos pares
    Poucas sinceras, encerras a actividade social
    No final contas contigo menos mal
    Ficas perto de ti, a descoberto, sais do deserto
    E ficas certo, estavas por um véu coberto

    Refrão1

    É o que faz gajos mandarem-se da ponte
    Do topo de um prédio, para matar o tédio da vida
    Põem-se a monte, não há remédio
    Quanto mais só estás mais só vais querer estar
    Da teia de um ciclo vicioso que não sabes onde vai parar
    Precisavas de uma palavra amiga, de conforto
    Para fazeres o teu barco chegar a bom porto
    Precisavas de uma mão que não se estendesse
    Por interesse de alguém que te fizesse acreditar e amortece
    Não preciso de elogios, prefiro abraços amigos
    Abraços sentidos, mas tenho os braços quase partidos
    Não quero tomar partidos num mundo onde tudo está à venda
    Continuo a marcar encontros comigo próprio na agenda

    A love changes
    And the best friends became strangers

    Refrão1
    Refrão2
    (2x)


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  5. #5
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Bazamos Ou Ficamos”




    Até ficas pálido
    Com o seu rosto esquálido
    E corpo movido
    Sem sentidos ficas
    Curva atrás curva a dentro
    Que vestidos dediquei
    Nem sei, o que faria
    Se visse um dia
    Passei uma noite consigo
    Morreria extasiado, deslumbrado
    Cairia para o lado,
    Cansado de me babar,
    E de especutar
    Retentar, tocar, deixar, sentir, fluír, curtir,
    Todo o dia na cama, sem saír,
    Perfeita, interior, sublime
    E de exterior, esbelta,
    Em discurso indirecto,
    O que lhe disse na festa,
    Vinho do porto e bombom,
    Comigo é só relax,
    Fecha os olhos
    Abre a boca,
    E eu acabo com o teu stress.

    Um almorofe de mel num pedado de por o mel
    Deixa-me enxer-te o depósito
    Como tivesse numa shell
    Em palavras embrulhadas em "mua".
    Vem comigo
    Aproveita o sabor
    Nunca mais vais querer outro.
    Tens ar daquelas gajas
    Que gostam que lhes comprem roupa
    Em lojas,
    Com marcas caras e gorjas
    E provas de acetatos
    No meu aparato
    Assemelha-se a gatos
    E nortenhas-te no interior, no exterior,
    Num despique.
    Sou misturador de prazer,
    Se me pedires,
    Ou reforçares
    Num adianta 'tares aí a dar "ás".
    Só mais um erro dos teus pares,
    Mas não compares
    É bom que repares,
    Foste tu a começar com os olhares,

    [REFRÃO]
    Amor, como é que é,
    Tá tudo, 'tás a curtir,
    Amor, 'qué que se passa,
    Tudo bem, 'tás a sentir?

    Ah, Ah,

    Diz lá em que ponto é que estamos,
    Todos os meus manos,
    Bazamos ou ficamos.
    [REPETIR REFRÃO - 2X]

    Todos gordos
    Mas meninas
    Ficam sempre na linha
    Cinta fina
    Perna desenhada
    E pele genuína
    Mulheres independentes
    Não queiram só o "plim-plim"
    O brilho do "gito"
    Ao qual dariam um bom fim.
    Acredito que sim,
    Na boa, na pura
    Mas querida,
    O tremido no meu carro
    Não dá sentido à tua vida.
    Sou aquele das fotos
    Dos clipes na TV,
    Aquele que,
    Se te portares bem,
    Pode ser que dê.
    O sinal vital
    (Então, tudo bem)
    Sabes que eu 'tou no foro profissional,
    Como ninguém.
    Bazamos ou ficas a dizer segredos à amiga?
    Pode ser que ela decida,
    Só tenha de dizer siga.
    E não há espiga,
    A velha cantiga,
    Mais velha história de todas as vidas,
    Vividas em balcões de tascas,
    Refundidas,
    Chavalas decididas,
    Bem convertidas,
    Querem sentir o meu toque de vida,
    Eu sei,
    Pouco ali do canto,
    Eu vi tudo,
    Também sei,
    Que ouviste a minha música na rádio,
    A prata da casa broca na brasa,
    Bóca num Mazda,
    A rede da ressaca,
    Já sabes que vai ser em minha casa.
    No dia a seguir ainda vais,
    Querer dar-la,
    E vou 'tar no tasco,
    Não vou 'tár cá.
    Desliguei o móvel,
    Não quero mais,
    "Bla", "Bla".
    Não te vou mentir,
    O dia de hoje é outro amanhã.

    [REFRÃO]
    Amor, como é que é,
    Tá tudo, 'tás a curtir,
    Amor, 'qué que se passa,
    Tudo bem, 'tás a sentir?

    Ah, Ah,

    Diz lá em que ponto é que estamos,
    Todos os meus manos,
    Bazamos ou ficamos.
    [REPETIR REFRÃO 4x]

    (Bazamos ou ficamos)

    [REPETIR REFRÃO - 2x]

    Ó chefe, ó..., ó coleg..., ó maior!?,
    'Tá a "oubir"?
    Ó maganão! Num quero dessas sem-vergonhices na minha roulotte!
    'Tás a "oubir"?
    'Bá, bai-te encostar 'pa outro sítio!
    Manguela do carago...
    Ó mosso!?
    Deixa a ga... ai...
    'Dasse...
    Deixa a chavala em paz, mosso!
    'Tás a "oubir"?
    "Oube" lá...


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  6. #6
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Bemvindo”




    Do inicio, principio como um principe sem coroa
    Sê bem vindo ao novo som, com um tom que não destoa
    Lisboa até ao Porto, ressuscitamos-te como a um morto
    Sente a melodia na mente, porque a seguir será o corpo
    Tem que se sentir, para conseguir algo de carisma altivo
    Como um fidalgo, nunca te saldo, como um caldo corrosivo
    Sou o Ace, como estás, aposto na essência da existência
    Porque Mcisto, por isso, existo, insisto na inteligência
    Quem traz o fat beats, acompanhados pelas rimas
    Mind da Gap, verdade, essenciais como vitaminas
    Peles, melaninas claras, raras nossas ideias, sei-as de cor
    Fazer musica pela paixão, Hip Hop pelo amor
    Sou o Presto e se não presto, não te empresto o dicionário
    A tua palavra cheira a mofo e tu soas a antiquário
    Com uma rima de obra prima, ou um improviso certeiro
    Represento o norte inteiro, de uma ponta à outra o meu País
    Não sou amigo de controvérsias, sou amigo do verdadeiro
    Se ás vezes ofendo, desculpem, mas vão-se queixar ao juíz
    Grupos tentam, imitam, mas nunca chegarão perto
    Longe, como um monge, que procura no deserto
    Um mosteiro, o verdadeiro, eu, nunca ficarei para trás
    Sou capaz, de a rimar, ordenar como um capataz
    Há quem diga que sou presunçoso, talvez, mas não sou perigoso
    Tenho que ser eu a dizer que sou bom, porque o concorrente é maldoso
    E não dá o braço a torcer, apesar de saber que dominamos
    Mind da Gap, temos um historial que já conta com alguns anos
    Empreendedor, para além de rapper, inovador
    Fui além, sou mais que um mero comentador
    Isto era necessário para terminar todo o calvário
    Corróis como calcário, enquanto crio como um ovário
    Sou o franco atirador, de versos manipulador, com valor
    Eu sei que sou um pouco bruto, mas esqueci-me da flor
    Verdade, muitos confundem fantasia com realidade
    Mind da Gap, um por 3 e os 3 pela unidade
    O gapper, nº1, rapper, professor de teorias inventor
    Causo dor como se fosse um gangster
    O obcecado, anti-palavras sem significado, patrocinado
    Pela capacidade anormal de não ser um iletrado
    Dou pelos nomes de Ad-Lib, Don Paragon, não sabia?
    E representarei Mind da Gap, a lutar pla supermacia
    Ouviram, escutaram, os que conhecem já se preparavam
    Vamos continuar, para calar todos os que criticaram
    Trabalhamos no duro, pra representar o Hip Hop puro
    Só assim conseguiremos assegurar um futuro
    Sem truques, nem palhaçadas, ou mesmo fusões
    Transformamos em samples o que vai nos nossos corações
    Ano 2000, será que o mundo terá acabado
    Este album é eterno, o que representa nunca será derrubado
    Sempre representaremos, Matosinhos, Gaia, Porto
    Nunca deixará de ser assim, mesmo que dê para o torto


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  7. #7
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Bombardeamento De Rimas”



    Qé q foi catraio não passas de um lacaio basta um assobio
    És posto fora do território onde sou senhorio
    Nem m' olhes de soslaio qualquer coisa q digas contrario
    Escolhas eu desvio, faças eu previ-o
    Nem precisas de pagar renda, atiro-te palavras à cara
    Na mesma insistes em manter a venda
    Cego prego enterrado no subsolo, aconselho-te uma acendalha
    Calha bem faço-te ver a luz preparo-te para o ritual
    A saliva mantém a lingua lubrificada e não é sexual,
    São só raps q sabem tão bem,
    Caminham sobre água, milagre, um dom q quase ninguem tem
    Julgavas ter q queimar uma vela e conseguir
    Uma mortalha cheia de ganza nela para fluir
    Mandar uma cuspidela logo a seguir
    Babar o microfone com uma rima, oh moço eu tou-me a rir
    Santa paciencia, tanta prepotencia, aviso prudencia
    Na experiencia saciei essa fome enquanto criei uma arte uma ciencia
    Conjugo formas de interpretação com a devida consciencia
    Nesta necessidade de fotossintetizar o ar do pulmão
    Em sons q levantarão pesos do coração
    Ouve o meu ser é uma linha de produção
    Bombeio combustivel atesto o recheio até um craneo são

    Refrão:
    Bombardeamentos de rimas q nem me fazem comichão
    Reclamas titulos, quantos com convicção
    Representas titulos quantos com convicção em oposição
    Sou uma linha de produção

    Que é que foi chavalo, não sabes que eu não papo grupos?
    A não ser que sejam bandos de mc's armados aos cucos
    Armados em espertos, quando não passam de vagos projectos
    De saldos de fetos, comprados com defeito nas Retos
    Defeco nos mecos, como adeptos de escatologia
    Porque a vossa verborreia é mais diarreia ou pornografia
    Vosso modus operandi é mais o da cenografia
    Mas vivem na película na qual dirijo a fotografia
    São protagonistas quando eu sou o vilão que contracena
    Sem mim, não há conceito, não há enredo, não há tema
    Não há problema afinal, feitos os cálculos
    É publicidade grátis que rende mais uns espectáculos
    Mais público na expectativa
    Mais motivos para que sintam atentados à auto estima
    Mais motivos para que se sintam tentados a fazer mira e
    Segregar mentiras para desviar a íris de quem a paz aspira
    Nossa família é constituída por milhares, o que é que não percebes
    Em: se insultares, evitas vender exemplares?
    Tanta vaidade em pedaços de nada, zeros à esquerda
    Zeros à espera que seus versos não lhes saibam a *****
    Mudem de tema ou terão problemas sumários
    Saco a reforma num processo por actos difamatórios
    Vários velhos do Restelo, que são só fedelhos sem estilo, juro
    Criticam o que temos porque no fundo, queriam tê-lo!

    Refrão:
    Bombardeamentos de rimas q nem me fazem comichão
    Reclamas titulos, quantos com convicção
    Representas titulos quantos com convicção em oposição
    Sou uma linha de produção

    Bridge:
    Ainda não entendeste que assim não vais a lado algum?
    Não percebeste que a inveja não te faz bem nenhum?
    A história fez famosos daqueles que eram grandes
    Mas não fez grandes daqueles que se achavam importantes


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  8. #8
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Coalizão - Cavaleiros Do Apocalipse”




    Sei quem ele é,
    Ele é bom rapaz,
    Um pouco tímido até,
    Vivia no sonho de encontrar um amor,
    Pois seu coração pedia mais, mais calor.

    Apareço e desapareço, o meu estilo é fantasmagórico.
    Não esperes que cesse o meu interesse,
    pelo Hip Hop pré-histórico.
    Sou antagónico, crónico, tenho um poder estereofónico.
    E quando se trata d'atirar versos depressa,
    podes-me chamar o supersónico,
    o expresso, o crew não tem acesso ao sucesso,
    mas fica impresso, que todo este processo é um manifesto.
    Se resulta, não temos culpa, se somos perigosos,
    se ainda não chegamos ao top,
    é porque os pimbas são mafiosos.
    Norte na fita, é difícil fazer música
    na qual ninguém acredita,
    dizem qu'a minha escrita é esquisita,
    pois eu digo-te qu'é erudita.
    Mind da Gap e Dealema, é o poder absoluto,
    grupo astuto, este é o soluto do nosso novo produto.
    São beats do Serial, versos da Máfia musical,
    a eterna saga é uma praga que já atinge Portugal.
    Ace, Presto e Serial, Guze, Fuse, Maze e Espião.
    Mundo verdadeiro, que não anda atrás de dinheiro.
    Sou preciso, quando improviso, conciso, quando
    utilizo a voz e radicalizo, um pensamento impreciso.
    Não tenho juízo nenhum, já o disse e repito.
    Não quero ser menino bonito, a mim próprio não o permito.
    Sinto muito se te desiludo, quando
    expludo com expectativas e respectivas noções,
    de que faço locuções passivas.
    Inactivas, as tuas células, entram em ebulição.
    Mind da Gap coligação, na área provocam turbilhão.
    Com'um canhão, provoco fricção, extermino a ficção.
    Da vida d'um freak, com tique de criticar a acção,
    quem são? Dealemma e Mind da Gap,
    uma cena nova, um repto, sou intrépido,
    és decrépito, decreto qu'és analfabeto, correcto,
    quando interpreto, objectivamente perto do perfecto.
    Com o Presto e C-Real, intelecto realmente,
    cavaleiros do Apocalípse do Norte, Mundo, Spy, Guze,
    Fuse, Maze, coligação bem forte.

    Mind da Gap e Dealemma, Mind da Gap Coligação.
    Hip Hop é o nosso som, ser verdadeiros nosso lema,
    Serial, Presto, Ace, Mundo, Fuse, Guze, Spy,
    quando estamos todos juntos, não se sabe o que sai.

    x2

    União palavra chave, excomungada, aceitada pelos reais.
    Ser um rapper em Portugal... isto é demais.
    Sigam as minhas pegadas, vou mostrar o caminho p'rá fama,
    no percurso da sorte ou morte,
    só vejo MC's enterrados na lama.
    Opção primordial, é ser igual, num país de iguais
    DealemmaGap arrasta na sombra, a multidão dos demais.
    Sou mais um tentáculo, num polvo que domina o século,
    sem obstáculo, consultei o oráculo,
    diz apenas que dou espectáculo.
    Não sou pedófilo, sou rimófilo, vedetofóbico, antropófago.
    No Hip Hop, sou autosuficiente,
    alimento-me de mim próprio.
    Somos peões, sozinhos na perseguição trivial.
    Ser ou não ser, esperem por mim ,esmago o mercado musical.
    Contemplo-me co'as rimas do meu templo, sou intemporal,
    mas tento ser compreeendido, com sentido, falo contigo.
    Não peço nada, a quem mais nada me quer dar...
    Guze, Maze'n Spy, true homies' till I die!

    Mind da Gap e Dealemma, Mind da Gap Coligação.
    Hip Hop é o nosso som, ser verdadeiros nosso lema,
    Serial, Presto, Ace, Mundo, Fuse, Guze, Spy,
    quando estamos todos juntos, não se sabe o que sai.

    x2

    Quem representa inventa, trouxe novidades à cena.
    Há nomes que vêm à cabeça, confronta-te um dilema.
    Até agora quebramos barreiras,
    O Norte não é brincadeira MC's que fariam
    Salazar cair outra vez da cadeira.
    MdG, Prt, Mts e também Gaia.
    Quem não se sentir bem, faça-me um favor e saía.
    Coalizão, com um estilo tão brilhante que até cega.
    É mundial como a UPS, 100% a entrega.
    Mundo, Ace, Fuse, Presto, pois é, somos nós,
    quatro cavaleiros do Apocalípse, inferno através da voz.
    Chamas purificantes, das palavras intoxicantes,
    qu'irão carbonizar todas as mentes ignorantes.

    Mind da Gap e Dealemma, Mind da Gap Coligação.
    Hip Hop é o nosso som, ser verdadeiros nosso lema,
    Serial, Presto, Ace, Mundo, Fuse, Guze, Spy,
    quando estamos todos juntos, não se sabe o que sai.

    x4


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  9. #9
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Como Quem?”




    Como quem? Como quem? Diz-me, como quem?

    Porque é que têm de nos comparar com alguém?

    Somos nós, só por nós, não copiamos ninguém

    Como quem? Como quem? Diz-me, como quem?

    x2



    Como o Roger Rabbit pulas, abanaste com o Lenny Kravitz

    Faço-te uma crítica como me fez o Blitz

    Prémios como o Pulitzzer enquanto o Ace faz um burner


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  10. #10
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Dádiva”




    Mas o que é isto? Tou a ser violado

    Pelo estado, estou a ser aberto, degolado

    O meu coração arrancado, o meu baço congelado

    O meu cérebro testado, o meu corpo examinado

    Não quero! Não quero! Espero para ver

    Que mais pode neste pequeno pais acontecer?

    Quem quer dar sangue, que dê! Faz bem!

    Quem quer dar orgãos, ok! Tudo bem!

    Agora, só mesmo em Portugal, pais tão desenvolvido

    Que obriga os contribuintes a dar o corpo ao manifesto

    Passo a expressão atesto a reacção, 'tá tudo perdido

    Já nos tiram tanto, posso ao menos ficar co'resto?

    Até nem sou egoista, desumano ou insensivel

    Mas 'tão a decidir algo por mim, isso é horrivel

    Execrável, detestável

    Ouve lá, eu até nem sou muito saudável, amável

    Muito menos para deixar que decidam por mim

    O corpo é meu e só meu! Eu é que sei!

    - Já nos tiram tanto.

    - O que é aquilo?

    Que ele disse corpos valem ao quilo

    Posso ser mórbido, o governo é monocórdico

    Orgãos vão dar mais que o tráfico de narcóticos

    Neurótico, ficou quem não tinha impressos

    Foram só 200 mil, pois é, esquece-os

    Compreendam a situação, não quero chateá-los, aborrecê-los

    Não sei quando vou morrer mas quero saber o que fazer

    Quando isso, daqui a muito, muito tempo acontecer

    Um rim pró ministro, um figado p'o deputado

    Só sobra 1 apêndice para um pobre coitado, deitado

    Numa cama de hospital

    Digam lá se não acham isto um pouco anormal?

    Tamos numa bicha, algo que me lixa

    Não 'tamos no continente mas temos que tirar ficha

    A lixa, levem-na já tou lixado

    Até te digo mais, fui aldrabado!

    - Já nos tiram tanto.

    - Mudem lá isso, não cabe na cabeça de ninguém

    Um pobre vive como outro alguém, morre Zé ninguém

    Porque ninguém lhe disse que tinha que assinar

    Um papel a dizer que não queria dar, deixar tar

    Doar os seus orgãos, então nem isso vai poder levar

    Para debaixo da terra, porque lhe vão roubar

    Então, fui procurar os impressos para preencher

    Decido na hora, quando tiver que morrer

    Responderam-me: Esgotaram! Esgotaram?!

    Sim, só fizeram 200 mil! Os outros já se lixaram

    Não preenchem uns 9 milhões e 800 mil cidadãos

    Vai tudo doar orgãos, vai tudo doar orgãos!

    Ao menos acaba-se o tráfico, o que leva a pensar

    Já não vamos ser drogados, raptados, pr'a Dr. nos assaltar!

    - Já nos tiram tanto


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  11. #11
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Dedicatória”




    Tudo bem no país à beira mar plantado
    Até aparecer algo de novo, nunca identificado
    Hip Hop, muitos gostaram, outros não
    Talvez seja por não ser de fácil compreensão
    Que é isto? Ninguém canta, ninguém toca instrumentos
    Graffiti, Breakdance, estranhos, estranhos comportamentos
    Só se ouvem palhaços comerciais
    Que não representam, artigos copiados de revistas,
    outros que inventam.
    Dou dicas directamente da fonte p'ra se saber
    Que é isto afinal, que estamos aqui a fazer.
    Hip Hop, simplesmente, não é como o rock,
    Não adianta comparar-nos, ponto final, Stop!
    Ninguem toca quase nada,ou até mesmo nada.
    Temos um sampler p'ra sacar o que mais nos agrada
    Rimas ricas ou pobres, que não obedecem à métrica,
    Sem estrutura convencional de quem especifíca,
    Uma maneira de viver, p'ra não esquecer,
    Com pormenores que nem todos conseguem entender.
    Não importa quem se gaba, mas quem o faz melhor,
    É indiferente raça, credo, estatuto ou côr.
    Por favor, poupem comentários ignorantes,
    Tirem dúvidas, se vão falar é melhor pensar antes.
    Entenda-se que isto é delicado como cerâmica,
    A seguir ao refrão, Ace explica-vos a mecânica.

    O que eu precisava, era mesmo,
    alguém assim como tu.
    Eras o estilo certo, para mim,
    Quero ficar contigo até ao fim.
    Nunca tive ninguém, como tu,
    Mas sempre te procurei,
    Agora que te encontrei, que te ouvi,
    Quero ficar contigo até ao fim.

    x1

    Hip Hop, o meu carborante, a língua,o carborador Cérebro,
    a vávula de admissão, a perícia, a injecção,
    Tenho amor pela profissão, profissionalizo um hobby,
    Os versos, a minha pressão, Mind da Gap são o meu lobby.
    Os modelos, a gasolina, falsos, a estricnina.
    Nova Iorque, a box, Costa Este, a anfetamina.
    Em 73, o nascimento do bólide e condutor
    Eu guio o estilo e estilizo-o sem pudor.
    Os primeiros MC's, meus co-pilotos particulares
    Pioneiros, as raízes destes ritmos singulares.
    O lubrificante que nos dá gás como um gaseificante,
    Hip Hop é o meu vício, o teu é o refrigerante.
    Produtores de Breakbeats,com sistemas de som ambulantes,
    Faziam festas no Bronx, em ambientes beligerantes.
    Mais tarde vieram os MC's, animar como GTi's
    Novo sistema de motorização, os rappers são V.I.P's.
    Nas Escobar, meu par, bebe Asti Gancia num Lancia
    Enquanto os Mobb Deep, mandam shook ones para a ambulância. KoolHerc, não ia adivinhar,
    o que estava ali a criar,
    Raekwon e Method Man, combustível p'ra injectar.
    Biggie Smalls,acaba o rol dos favoritos de Nova Iorque,
    Tenho tamanho torque, que figuro na lista da Autosport.
    A potência que declaro, torna-me raro com'um Jaguaro,
    Se me enganei não reparo, o que vos digo é sempre claro. Velozcom'um Lamborghini,
    conto-te a história como Fellini,
    Junto a minha voz aos reais, enfio os falsos num Mini.
    Necessitas de cinto de segurança,
    isto não é música de dança, dedicatória p'ó Hip Hop,
    a história que aqui s'avança.

    O que eu precisava, era mesmo,
    alguém assim como tu.
    Eras o estilo certo, para mim,
    Quero ficar contigo até ao fim.
    Nunca tive ninguém, como tu,
    Mas sempre te procurei,
    Agora que te encontrei, que te ouvi,
    Quero ficar contigo até ao fim.

    x2


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  12. #12
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Deixa-te Disso”



    Nós tamos aqui, aqui e ali

    Vamos fazer mais uma rima para ti

    Avisem os jornais, somos cada vez mais

    Já tamos a causar reacções nacionais

    Os teus pais chateiam-te a cabeça

    Deixa essa, muda mas é essa peça

    A rima, vai continuar, continuar sem parar

    Estamos aqui p'rá verdade contar

    Rap em Portugal nunca foi aceite

    Não passas de um grande azeite

    Julgas-te um surfista, talvez um pouco racista?

    Não gostas da verdade, comes alpista

    Calças apertadas, cuecas cagadas, cabelo comprido, estilo fodido

    Não quero problemas contigo, desanda

    Bandemónio, não há um neurónio nessa banda

    É uma boca um pouco foleira, mas o Hip Hop não é brincadeira

    Música comercial com uma outra asneira

    É o que eles são, vou dizer não á mediocridade, respondo com a verdade

    Sempre, sempre, sempre a lutar pela liberdade

    - Deixa-te disso... - Tens é que começar a estudar

    A rima que te digo, o que estou a falar

    Isto não é para todos mas muitos são tolos

    A verdade tem de ser dita, são parolos

    Não somos, mas é vê-los cair aos tombos

    Quando o Rap causar rombos

    Na indústria musical de Portugal

    Vamos ver os Toninhos a bater mal. Que tal?

    Agora não me vou já, já embora, continuar está na hora

    Sem demora, a rima que o povo adora

    Não é música de dança o que aqui se avança

    Não vamos desesperar, perder a esperança

    - Deixa-te disso... - Apesar de apeteçer, temos que fazer

    Voltar os vossos ouvidos pró que aqui está a acontecer

    A força do Hip Hop do Porto, do Norte

    Este irá sempre ser o nosso forte

    Por isso, é um compromisso

    Não me chames castiço, tu tens de te deixar disso

    - Deixa-te disso...


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  13. #13
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Despedidas”



    Tudo chega ao fim...
    Chegado um momento na vida....
    Até a própria vida...
    Chega então...
    Ao momento das despedidas...
    Mind da Gap...

    Tudo chega ao fim, chegado o momento na vida
    Relações, lições, músicas, até a própria vida
    A repetição disfarça, nada afasta a verdade
    Pouco depois és atingido pela infalivel saudade
    Como quando acabares de ouvir este nosso cd
    Trabalho do Serial, do Presto e este falso MC
    Quem vê caras não vê corações só distorções
    Através deste album confessamos algumas emoções

    Quando há orgulho envolvido é mais dificil ser imparcial
    Muitas horas de trabalho para atingir o principal
    Objectivo, é imperativo que fique bem claro
    Tudo isto não veio de um momento de inspiração raro
    Mas muitos que juntos, formarão carreira sólida
    Uma base para influenciar o que virá de seguida
    Ou simplesmente, que isto seja para ser escutado
    Disfrutado, por quem entenda o seu significado

    Come on and go with me
    Come on over to my place
    x2
    Would you do that baby?

    Almas de mãos dadas segredam mensagens caladas
    Seguramente isto é o resultado das mentes irmanadas
    Crescer no meio do entreternimento, o agradecimento
    Para quem apoiou o empreendimento
    Rebobina tudo, ouve outra vez, verás o que não vês
    A visão da lição nº 3 do rap português
    Recebemos admiração em forma de palavras e abraços
    Sorrisos nos concertos, quando visitamos esses palcos

    Para um bocado, põe a cassete no deck
    Ouve bem este cd antes de carregares do rec
    Pensa bem nestes 3 gajos que vêm do Porto
    Faz o que quiseres para ficares mais absorto
    Tantos raptos já feitos em instrumentais perfeitos
    Podiamos escolher alguns, dar-mo-nos por satisfeitos
    Mas não, isto é o vício, fica aqui o indício
    Não andamos a brincar, mantemos o mutuo beneficio

    Come on and go with me
    Come on over to my place
    x2
    Would you do that baby?

    É bom saber que alguém percebe a nossa linguagem
    As atitudes que identificam a nossa coragem
    Não vamos mudá-la, prometemos
    Não vamos diluir a realidade naquilo que fazemos
    Se merecemos a vossa atenção, de poucos mas bons
    Não vemos razão para conter os nossos dons
    Já sabemos, não vamos chegar ao topo do top
    Não somos nenhum flop, a força de choque do hip hop do norte

    Vamos te iniciar ou fazer continuar
    Com a informação recolhida para te disseminar
    Palavras uma a seguir à outra tão depressa, mal acompanhas
    Não faz mal, é sempre assim, 1º estranhas
    Mas se te empenhaste, então já te embrenhaste
    Já és um de nós e já ultrapassaste
    A barreira do som, só te falta a da luz
    Calma, já vais vê-la quando ouvires o que aqui se produz

    Come on and go with me
    Come on over to my place
    Come on and go with me
    Come on over to my place
    ..........
    E pronto... seja benvindo entre os nossos inscritos, com osmelhores votos de felicidade que sempre o acompanharam na suacarreira e na vida


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  14. #14
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    És a Música”




    Ohhhh.....

    És a musica......


    Já te fizeram dedicatórias, até eu próprio, eu sei
    Mas quando ouvi isto no la suite, foi em ti que eu pensei
    Estás dentro de mim, sempre que eu dou um passo
    Controlas o meu ritmo, mesmo quando nada faço
    Quando só te escuto, dia e noite, minuto após minuto
    No estúdio, ou no meu quarto fechado
    Para o resto do mundo incógnito
    Mas conheces-me bem, quase tanto como eu próprio
    Fiz-me contigo, cresci a aprender coisas contigo
    Cresci a contar contigo, às vezes, como único amigo
    Até ao ponto em que já só tenho ouvidos para ti
    Atenção para ti, a minha devoção é toda para ti
    Salvaste-me de me perder, deste-me a mão
    Quando eu sentia a agonia de viver sem inspiração
    Ouço-te no interior, és a banda sonora da vida
    Da minha, obrigado deste que cria porque te ama

    R:
    Quando me concentro bem fundo
    Ouço-te sempre aqui dentro de mim
    És a música…


    Arrisco muito por ti, ponho quase tudo em risco
    Por isto, nem consigo explicar como resisto
    É uma relação difícil esta que ambos mantemos
    Apesar da companhia do outro, ser tudo o que queremos
    Momentos de dor, momentos de felicidade
    Fazes-me suportar a claustrofobia desta cidade
    Apoias-me, aguentas-me,seguras- me, empurras-me para a frente
    Quando me desequilibro, ajudas-me
    Mudas-me, quando o comportamento que adepto está mal
    A tua inspiração indica-me a via mais natural
    A escrever-te, a compor-te, a ouvir-te, a gerar-te
    Dar-te vida, faço terapia enquanto nutro arte
    Assim encontro a liberdade, agarrado a ti
    Só quem se entrega por completo se liberta e voa
    Daqui para fora, és a banda sonora da vida
    Da minha, obrigado deste que cria porque te ama

    R:
    Quando me concentro bem fundo
    Ouço-te sempre aqui dentro de mim
    És a música…

    Talvez ninguém se acredita naquilo que sinto
    Quando tudo natural ou instrumental por instinto
    Sintonizo a freqüência mental nesta melodia
    De forma que te ponho a exclamar: ei! Eu não sabia
    Que ele isto fazia, que ele tinha mesmo este dom
    Que conseguia dar o tom, neste som tão bom
    Com, sentido eu elogio a música
    O meu antídoto no espírito, a música
    Brilhas, inundas o ambiente de luz
    Ou simplesmente predispões-me a vê-la no escuro
    Eu seguro-me a ti para onde fores, eu vou
    Onde estiveres, eu estou, o que fores, eu sou
    E vice-versa, porque eu também te construo
    Enquanto escrevo seguro e rumo ao futuro
    Eu juro, sempre serás a banda sonora da vida
    Da minha, obrigado deste que cria porque te ama

    R:
    Quando me concentro bem fundo
    Ouço-te sempre aqui dentro de mim
    És a música…


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  15. #15
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    És Como Um Don”




    És como um don
    Cresceste para ser um mafioso
    Aprendeste a viver e tornaste-te perigoso com pequenos roubos e assaltos à mão armada
    Instruiste, criaste uma organização alargada
    Fazes tráfico de mulheres e estupefacientes
    A algebra dita os teus cálculos insuficientes
    Queres mais, sempre mais manténs o teu poder
    Tens rusgas à porta, mas ninguém se vem meter
    Caos nas ruas, o dinheiro está sempre a entrar
    Enquanto houver poeira, mulheres pa por a rolar
    Compras bófias na alfandega pa tudo correr bem
    Visa, Mastercard, cheques
    Como tu não há ninguém
    Don Perrignon na carpete enquanto fazia o frete
    Negócios ilicitos daqui até ao Tibete
    Deviam ser sócios seus a tratar disto
    Mas era a sua vez, ele tinha que correr o risco
    Por vezes havia transacções que davam pó torto
    Afinal de contas era só mais um corpo morto
    Do Porto ao Sri Lanka queimava gajos comó Blanca
    Ele tinha conhecimentos até na Casa Branca
    Era mortal, misterioso como o Santo Graal
    Inimigos seus estavam a um passo do funeral
    Para beber a melhor colheita do melhor vinho
    Ele sabia de cor todas as frases d'O Padrinho
    És como um don
    Cresceste para ser um mafioso
    Aprendeste a viver e tornaste-te perigoso com pequenos roubos e assaltos à mão armada
    Instruiste, criaste uma organização alargada
    Fazes tráfico de mulheres e estupefacientes
    A álgebra dita os teus cálculos insuficientes
    Queres mais, sempre mais manténs o teu poder
    Tens rusgas à porta, mas ninguém se vem meter
    A tua lista de contactos envolve meio mundo
    Colombia, Brasil, Holanda, o pessoal do submundo
    Já não és nenhum chulo, já passaste dessa fase
    Constróis império com o 3º mundo como a tua base
    Vais a julgamento perder tempo, está tudo comprado
    Com dinheiro e ameaças, sais de lá ilibado
    Tudo secreto, como a Nova Ordem Mundial
    Nascido e criado na Sé, tomaste pra ti Portugal
    São fachadas as figuras do ministro e presidente
    Toda a gente sabe e sente, que é diferente
    De repente evoluiu, a certa altura sentiu
    Que todos os traficantes aspiram o que ele conseguiu
    Nunca fugiu seu truque era mostrar firmeza
    Assim ganhava o seu respeito com certeza
    Uma volta via logo um Tó qualquer
    A chutar pó vício difícil para alguém se desprender
    O crime é a fonte de todo o seu poder
    Agarrados fervem o produto numa colher
    Cenário deprimente, até quem diga repelente
    Estando no lugar dele não serias diferente
    Vários bens materiais até jactos presidenciais
    Em Veneza podia encher de dinheiro todos os canais
    És como um don
    Cresceste para ser um mafioso
    Aprendeste a viver e tornaste-te perigoso com pequenos roubos e assaltos à mão armada
    Instruiste, criaste uma organização alargada
    Fazes tráfico de mulheres e estupefacientes
    A algebra dita os teus cálculos insuficientes
    Queres mais, sempre mais mais mais
    Vives impune à sombra da nossa lei e justiça
    Tens filhos a estudar nos melhores colégios da Suiça
    Grandes carros, casas, roupa, tudo do bom e do melhor
    Até já podes dar nas vistas, tá tudo sobre controlo
    Tens planos para uma multinacional respeitada
    Investir em negócios limpos, pelo menos de fachada
    Para branquear dinheiro vais criar uma religião
    Com sorte ganhas mais 1 ou outro milhão
    És como um don
    Cresceste para ser um mafioso
    Aprendeste a viver e tornaste-te perigoso com pequenos roubos e assaltos à mão armada
    Instruiste, criaste uma organização alargada
    Fazes tráfico de mulheres e estupefacientes
    A algebra dita os teus cálculos insuficientes
    Queres mais, sempre mais manténs o teu poder
    Tens rusgas à porta, mas ninguém se vem meter


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

Página 1 de 5 1 2 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar