Página 1 de 5 1 2 ... Último
  1. #1
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633

    Padrão Letras Pedro Abrunhosa

    A Cada Não Que Dizes
    Pedro Abrunhosa
    Composição: (Pedro Abrunhosa / Pedro Abrunhosa)

    Lento,
    Eu vi morrer o tempo,
    Morto por fora e por dentro,
    Como um pai enganado,
    Um filho roubado,
    Uma mão de soldado, um pecado,
    Um cálice, um príncipe,
    E num salto de lince,
    Um fim que está perto,
    Um quarto deserto,
    Dois tiros no escuro, um peito feito no muro
    E o rosto já frio, o som da morte no cio,
    O passo a compasso
    Das botas cardadas,
    Espadas à espera,
    O gume,
    O lume da fera.
    E ninguém percebeu que o mundo inteiro sou eu.
    Longe,
    Um mar que se rasga e me foge,
    Uma dor que, por mais que se aloje, não vale o aço da bala
    Coração que me embala, que estala, que empala no medo,
    Um dédalo, um dedo,
    Um gatilho já preso,
    Um rastilho aceso, um fogo às cores pelo céu,
    Desenhos loucos no breu,
    Pintura pura a canhão,
    Talvez vinte homens não cheguem,
    Talvez aqueles me levem,
    Talvez os outros se lembrem,
    Que são homens como os que fogem
    E nenhum Deus é maior,
    Num ódio feito de dor,
    E ninguém reparou que o mundo inteiro parou.
    A cada não que dizes,
    Abre-se um lugar no céu.
    A cada não que dizes,
    Abre-se um lugar no céu.

    Fracos,
    Como farrapos na cama,
    Orgulho feito de lama, e o verbo ser a partir.
    Palavras presas na alma, ruas de vento e vivalma,
    Um límpido tiro, um suspenso suspiro,
    Pietá nas notícias,
    Gravatas impunes negando as sevícias
    Vozes de ferro, de fogo, de fome, de fuga, de facas,
    E as rugas pobres, já fracas,
    Um poço morto de sede,
    Grafftis numa parede,
    E ninguém percebeu, que o mundo inteiro sou eu.
    Outros,
    Loucos, perdidos, sentidos certeiros,
    Crianças feitas guerreiros,
    A quem foi roubado o perdão,
    Dois braços cheios de pão,
    Napalm, na palma da mão,
    Um fósforo fátuo,
    Nos jornais o retrato
    De um estilhaço, um abraço,
    Um pedaço de espaço
    De uma pátria sem chão.
    Uma pétala pródiga, um remorso confesso,
    Talvez a dor no regresso,
    Talvez um dia o inverso,
    Mas isso já eu não peço,
    O mundo inteiro a fugir,
    O mundo inteiro a pedir.
    Que se oiça alto o teu Não.
    A cada não que dizes,
    Abre-se um lugar no céu.
    A cada não que dizes,
    Abre-se um lugar no céu.
    Outros,
    Fracos,
    Longe,
    Lento,
    Não.


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  2. #2
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    A Dor Do Dinheiro
    Pedro Abrunhosa
    Composição: (Pedro Abrunhosa / Pedro Abrunhosa)

    Perdido no teu corpo,
    Perdido nesta estrada,
    Perdido nos segredos
    Por cada curva fechada.
    Palavras,
    Diz-me palavras.
    Acredito no que dizes,
    Acredito no que fazes,
    Acredito no sentido
    De cada sombra que trazes.
    Palavras,
    Diz-me palavras.
    E dizes que está tudo normal,
    Mas é a loucura total,
    Não quero sair desta festa,
    Porque afinal o que resta é dizer:
    Quero um pedaço,
    Quero o troco primeiro,
    Quero a vida num traço,
    Quero a cor do dinheiro.
    Não me custa o futuro,
    Não me lembro do passado,
    Sou um filme em que me vejo
    Em circuito fechado.
    Palavras,
    Diz-me palavras.
    Conta-me o que vês,
    Não me contes a verdade,
    Tenho um pé em cada esquina
    Qual delas tem mais vontade?
    Palavras,
    Diz-me palavras.
    E dizes que está tudo normal,
    Mas é a loucura total,
    Não quero sair desta festa,
    Porque afinal o que resta é dizer:
    Quero um pedaço,
    Quero o troco primeiro,
    Quero a vida num traço,
    Quero a cor do dinheiro.


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  3. #3
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Acima & Abaixo
    Pedro Abrunhosa
    Composição: Pedro Abrunhosa

    Escondido no meu quarto
    Perdido do mundo inteiro,
    sem saber se ando farto
    ou louco de amor primeiro.
    Passou tudo tão depressa
    nunca te falei de mim,
    o que digo não importa
    o que sinto talvez sim:
    "Olá meu amor,
    são horas de acordar.
    Dá-me agora o teu melhor
    que prometo não gritar.''
    Assim foi a noite inteira
    no que resta do divã,
    toda a vez é a primeira
    mesmo às sete da manhã.

    P´ra cima, p´ra baixo,
    P´ra cima, p´ra baixo
    P´ra cima, p´ra baixo,
    P´ra cima, p´ra baixo
    Dá-me um pouco mais...

    Na vida sou um intruso,
    não há mar que me detenha
    pelo gesto te seduzo
    se eu for céu, tu és montanha.
    Quantas vezes te cantei
    versos da mesma canção,
    lentamente percebeste
    que eu não era multidão.
    Olhares e sinais
    noites perdidas algumas
    enrolamo-nos num beijo
    eterno ao som de "Dunas".
    Abracei o teu perfume
    a tempo de te ouvir dizer:
    "Faz perder a tua mão
    onde sentires a mulher".

    P´ra cima, p´ra baixo,
    P´ra cima, p´ra baixo
    P´ra cima, p´ra baixo,
    P´ra cima, p´ra baixo
    Dá-me um pouco mais...

    Jam!
    Allright, we gotta jam going on
    here, if U wanna join the party
    just dial............
    Bang, Bang, Bang,........

    Cada vez o lamento
    e + roupa pelo chão,
    quando o amor é sedento
    tens-me na palma da mão.
    Foram dias sem princípio,
    noites duras sem final,
    é bom ter a certeza
    que amar é imortal.
    Teu corpo é o meu tecto,
    a tua sombra parede
    e o olhar completo
    leva tudo o que me pede.
    O teu beijo é o meu abrigo
    teu, é tudo o que tu vês,
    Eu só quero estar contigo
    Dar-te uma (...) mais uma vez.

    P´ra cima, p´ra baixo,
    P´ra cima, p´ra baixo
    P´ra cima, p´ra baixo,
    P´ra cima, p´ra baixo
    Dá-me um pouco mais...


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  4. #4
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Agarra-me Esta Noite
    Pedro Abrunhosa
    Composição: Indisponível

    "Onde estiveres, eu estou
    Onde tu fores, eu vou
    Se tu quiseres assim
    Meu corpo é o teu mundo
    E um beijo um segundo
    És parte de mim

    Para onde olhares, eu corro
    Se me faltares, eu morro
    Quando vieres, distante
    Soltam-se amarras
    E tocam guitarras
    Por ti, como dantes

    Agarra-me esta noite
    Sente o tempo que eu perdi (mmmmm)
    Agarra-me esta noite
    Que amanhã não estou aqui

    Agarra-me esta noite
    Sente o tempo que eu perdi (mmmmm)
    Agarra-me esta noite
    Que amanhã não estou aqui"


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  5. #5
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Algarve
    Pedro Abrunhosa
    Composição: Indisponível

    Ja sao 5 da manha
    Ainda ha tempo esta noite
    Para quem comeca a viver,
    A radio sussurra "Manhata"
    Em acordes distorcidos
    Que nos enchem de prazer

    Voam passaros morcegos
    Assustando o para-brisas
    E a paisagem que amanhece.
    Queres parar, mas nao aqui
    Que essa luz parte de ti
    E o desejo que acontece.

    Da chuva faco mil estradas de vidro
    E o meu carro a rolar.
    No ar o cheiro do destino,
    No chao a pele quente
    Do Algarve a acordar

    Uuu! Uuu!

    Ja passamos Castro Verde,
    E escreveste na planicie
    Como se esta fosse um papel,
    Dizes: "o mundo nao compreende
    + do que esta à superficie"
    "Ne me quitte pas", pede Brell

    Entre néons e Nirvana
    Vais mudando de estacao
    Como se a próxima
    Fosse a melhor.
    E os sons que a serra esconde
    Entre o asfalto e o monte,
    Sao + que a pressa do motor.

    Da chuva faco mil estradas de vidro
    E o meu carro a rolar.
    No ar o cheiro do destino,
    No chao a pele quente
    Do Algarve a acordar

    Refrao

    Um dia de silencio
    É um dia de amargura
    Igual a outro dia qualquer
    Trazes nos olhos o desejo
    Onde vejo a aventura
    Que ainda vamos viver.

    Da chuva faco mil estradas de vidro
    E o meu carro a rolar.
    No ar o cheiro do destino,
    No chao a pele quente
    Do Algarve a acordar

    Refrao


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  6. #6
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Balada De Gisberta
    Pedro Abrunhosa
    Composição: (Pedro Abrunhosa / Pedro Abrunhosa)

    Perdi-me do nome,
    Hoje podes chamar-me de tua,
    Dancei em palácios,
    Hoje danço na rua.
    Vesti-me de sonhos,
    Hoje visto as bermas da estrada,
    De que serve voltar
    Quando se volta p'ró nada.
    Eu não sei se um Anjo me chama,
    Eu não sei dos mil homens na cama
    E o céu não pode esperar.
    Eu não sei se a noite me leva,
    Eu não ouço o meu grito na treva,
    E o fim vem-me buscar.
    Sambei na avenida,
    No escuro fui porta-estandarte,
    Apagaram-se as luzes,
    É o futuro que parte.
    Escrevi o desejo,
    Corações que já esqueci,
    Com sedas matei
    E com ferros morri.
    Eu não sei se um Anjo me chama,
    Eu não sei dos mil homens na cama
    E o céu não pode esperar.
    Eu não sei se a noite me leva,
    Eu não ouço o meu grito na treva,
    E o fim vem-me buscar.
    Trouxe pouco,
    Levo menos,
    E a distância até ao fundo é tão pequena,
    No fundo, é tão pequena,
    A queda.
    E o amor é tão longe,
    O amor é tão longeÂ… (Â…)
    E a dor é tão perto.


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  7. #7
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Barco Para A Afurada
    Pedro Abrunhosa
    Composição: Indisponível

    Leva homens, poetas
    E gente encantada,
    Trocam beijos, piropos
    Pedaços de nada.
    Na margem espera
    A pressa do dia,
    Ficam presas em terra
    As vidas vazias.

    Atravessam soldados, amantes,
    E velhos distantes
    E loucos contentes,
    Meninas de lábios cortantes
    E olhares provocantes
    Seduzem correntes.

    Rasga o silêncio da estrada
    Rio madrugada,
    D'ouro, marfim.
    O Barco para a Afurada
    Cidade cansada
    Tão longe de mim.

    Rezam padres discretos, selectos
    E amores inquietos
    Navegam o rio,
    Mulheres de futuro cansado
    Murmuram um fado,
    Enganam o frio.

    Sob a sombra da ponte,
    Que é a sombra do mundo,
    Cada onda é um canto
    De um dia profundo,
    E o piloto conduz
    Mais do que as gentes que leva,
    São os sonhos que estão
    Ancorados em terra.

    Refrão

    Tocam-se valsas
    E roçam as calças
    Por entre dois passos de dança,
    Despertam amores,
    Esquecem-se as dores
    Que o desejo ardente não cansa.

    E solta-se o mar
    A reboque dos sinos,
    São os homens que o barco
    Faz de novo meninos,
    E acordam poemas
    Libertos na voz,
    Descobrem apenas
    Que não estão sós.

    Refrão

    ...Barco que trago no peito,
    Meu sonho desfeito,
    Espera por mim.

    Pedro Abrunhosa - Voz.
    Arnaldo Fonseca - Acordeão.


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  8. #8
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Beijo
    Pedro Abrunhosa
    Composição: Indisponível

    Não posso deixar que te leve
    O castigo da ausência,
    Vou ficar a esperar
    E vais ver-me lutar
    Para que esse mar não nos vença.
    Não posso pensar que esta noite
    Adormeço sozinho,
    Vou ficar a escrever,
    E talvez vá vencer
    O teu longo caminho.

    Quero que saibas
    Que sem ti não há lua,
    Nem as árvores crescem,
    Ou as mãos amanhecem
    Entre as sombras da rua.

    Leva os meus braços,
    Esconde-te em mim,
    Que a dor do silêncio X 2
    Contigo eu venço
    Num beijo assim.

    Não posso deixar de sentir-te
    Na memória das mãos,
    Vou ficar a despir-te,
    E talvez ouça rir-te
    Nas paredes, no chão.
    Não posso mentir que as lágrimas
    São saudades do beijo,
    Vou ficar mais despido
    Que um corpo vencido,
    Perdido em desejo.

    Quero que saibas
    Que sem ti não há lua,
    Nem as árvores crescem,
    Ou as mãos amanhecem
    Entre as sombras da rua.

    Refrão

    Pedro Abrunhosa - Voz, piano, contrabaixo.
    Paulo Pinto - Guitarras.
    Ian Humphries - Violino.
    Charles Mutter - Violino.
    Nic Pendelbury - Viola.
    Philip Sheppard - Violoncelo.



    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  9. #9
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Como Uma Ilha
    Pedro Abrunhosa
    Composição: Indisponível

    Tu és todos os livros,
    Todos os mares,
    Todos os rios,
    Todos os lugares.
    Todos os dias,
    Todo o pensamento,
    Todas as horas
    O teu corpo no vento.
    Tu és todos os sábados,
    Todas as manhãs,
    Toda a palavra
    Ancorada nas mãos.
    Tu és todos os lábios,
    Todas as certezas,
    Todos os beijos
    Desejos, princesa.

    Como uma ilha,
    Sozinha...

    Prende-me em ti,
    Agarra-me ao chão,
    Como barcos em terra
    Como fogo na mão,
    Como vou esquecer-te,
    Como vou eu perder-te,
    Se me prendes em ti,
    Agarra-me ao chão,
    Como barcos em terra,
    Como fogo na mão,
    Como vou eu lembrar-te
    Se a metade que parte
    É a metade que tens.

    Tu és todas as noites
    Em todos os quartos,
    Todos os ventos
    Em todos os barcos.
    Todos os dias
    Em toda a cidade,
    Ruas que choram
    Mulheres de verdade.
    Tu és só o começo
    De todos os fins,
    Por isso eu te peço
    Fica perto de mim.
    Tu és todos os sons
    De todo o silêncio,
    Por isso eu te espero
    Te quero e te penso.

    Como uma ilha,
    Sozinha...

    Refrão

    Pedro Abrunhosa - Voz.
    Paulo Pinto - Guitarras.
    João André - Contrabaixo.
    Alexandre Frazão - Bateria.
    Cláudio Souto - Central Station.



    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  10. #10
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Dá-Me O Tempo
    Pedro Abrunhosa
    Composição: Indisponível

    Deita-te em mim,
    Descobre onde estás,
    Escuta o silêncio,
    Que o meu corpo te traz.
    Não me deixes partir,
    Não me deixes voar,
    Como um pássaro louco
    Como a espuma do mar.

    Sente a força da noite
    Como facas no peito,
    Como estrelas caídas
    Que te cobrem o leito.
    Tenho tantos segredos
    Que te quero contar
    E uma noite não chega,
    Diz que podes ficar.

    Dá-me o tempo,
    Dá-me a paz,
    Viver por ti não é demais.
    Dá-me o vento,
    Dá-me a voz,
    Viver por ti, morrer por nós.

    Enfim nós os dois,
    Os teus gestos nos meus,
    Perdidos no quarto
    Sem dizermos adeus.
    Adiamos a noite,
    Balançamos parados,
    Pela última vez
    Os nossos corpos colados.

    Sente a força que temos
    Quando estamos assim,
    Um segundo é o mundo
    Que nos separa do fim.
    Porque tens de partir
    Quando há tanto a dizer?
    Eu não sei começar,
    Não te quero perder.

    Refrão

    (Eu gosto das formas que tomas,
    Como o toque do cristal,
    E dos vidros, dos poemas,
    Da febre do metal)

    Refrão

    Pedro Abrunhosa - Voz, órgão, teclados.
    Paulo Pinto - Guitarras.
    Alexandre Almeida - Guitarra.
    Cláudio Souto - Teclados, analógicos.
    João André - Baixo.
    Alexandre Frazão - Bateria.


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  11. #11
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Da-me tudo o que tens para me dar
    Pedro Abrunhosa
    Composição: Indisponível

    Da-me tudo o que tens para me dar
    que eu quero ir-me embora
    Sem nada para te deixar.
    Vai-te foder, tu nao estas a perceber
    Que esta tudo acabado, estou farto do teu fado.
    Vou levar o teu retrato,
    Queimar o guarda-fato
    Que eu quero é ter tempo para perder,
    Vou ver televisao
    E talvez cuspir no chao,
    Tomar banho de ano a ano
    E amar, só por engano.

    Sai-me da frente, ou de repente
    Ainda vou desatinar.
    Nao quero estar contigo, nem ser o teu amigo
    Onde tu estas é sempre o pior lugar.
    Vou ser como o vampiro, vender-me por um suspiro,
    Ter o poder de ser eu a escolher.
    Vou deitar-me de manha,
    Passear-me no ecra,
    À noite vou ser rei, e tu para mim ja és ninguém.

    Da-me tudo o que tens para me dar
    Da-me tudo o que tens para me dar
    Da-me tudo o que tens para me dar
    Da-me tudo o que tens para me dar




    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  12. #12
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Daniela
    Pedro Abrunhosa
    Composição: Helder Soares

    Hoje eu vou ficar assim
    Mais perto de um Mundo só para nós
    Tão seguro aqui
    O meu peito é um mundo cor-de-rosa
    Que só tu podes ter

    Hoje eu quero ficar aqui
    O futuro no teu amor
    E um final só para nós
    A vida são dois passos
    Seguros por um nosso
    Um fio de amor e verdade

    Tu és tudo
    O que eu sempre quis
    Uma verdade
    Para sermos felizes
    Eu não sei
    O que hei de esperar por nós
    Pois a vida são dois dias e nós

    Eu quero, ficar perto de ti
    Eu não quero, ficar longe de ti
    Eu não sei o que hei de mais dizer
    Pois tu és, e serás, tudo para mim.

    Amor....

    Eu quero estar assim.


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  13. #13
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Dealer E Dilema
    Pedro Abrunhosa
    Composição: (Pedro Abrunhosa / Pedro Abrunhosa)

    Tenho um quadrado de cimento em que me deito,
    Não há lugar para um futuro tão estreito,
    Sigo o asfalto, lá do alto do meu prédio
    Tenho pr'a mim que a tentação não tem remédio.
    E se me mato, se me trato em directo,
    Abro o jornal, qualquer canal, sou predilecto,
    E na TV, no DVD, fazem-me estrela,
    Ontem ninguém, hoje, quem sabe, uma novela.
    Tanto barulho, tanto engulho no deserto,
    Está aqui escrito que este plano bate certo,
    Mato o juíz, mato a perdiz, mato o sobreiro
    Com um só tiro, mas um tiro bem certeiro.
    Diz quanto custa à minha custa o teu perdão,
    Um carro novo com motor de foguetão,
    Uma vivenda, uma merenda a vida inteira
    Fazer Domingo de Segunda a Sexta-feira.
    Eu não sei onde é a saída,
    Se é no beco ou na avenida.
    Ai, País, País é um problema, vive
    Entre o dealer e o dilema,
    Entre a sesta e o sistema.
    Entre o dealer e o dilema
    Entre a sesta e o sistema.
    Tenho um petardo lá na cave do anexo,
    Vem nos jornais que sou um gajo complexo,
    No futebol talvez o leve pr'a tribuna,
    Não há lugar onde o país mais se desuna.
    Sou visionário ao contrário do que se pensa,
    Ter tantos cargos faz a vida tão intensa,
    Entre a medalha, e a canalha nunca vai,
    Se é de madeira esta cadeira um dia cai.
    Tenho a certeza que à mesa sou honesto,
    Um envelope no decote compra o resto,
    Um escadote pra subir até ao fundo,
    Lugar cativo lá no céu do outro mundo.
    Quero uma estátua de prata à minha porta,
    Que a redenção é coisa que não me importa,
    Quero um cavalo, quero um trono onde me sente
    Se não for rei, porque não ser presidente?
    Eu não sei onde é a saída,
    Se é no beco ou na avenida.
    Ai, País, País é um problema, vive
    Entre o Dealer e o dilema,
    Entre a sesta e o sistema.
    Entre Dealer e o dilema
    Entre a sesta e o sistema.


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  14. #14
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Deixas Em Mim Tanto De Ti
    Pedro Abrunhosa
    Composição: Indisponível

    A noite não tem braços
    Que te impeçam de partir,
    Nas sombras do meu quarto
    H mil sonhos por cumprir.

    No sei quanto tempo fomos,
    Nem sei se te trago em mim,
    Sei do vento onde te invento, assim.
    Não sei se luz da manha,
    Nem sei o que resta em nos,
    Sei das ruas que corremos sos,
    Porque tu,

    Deixas em mim
    Tanto de ti,
    Matam-me os dias,
    As mãos vazias de ti.

    A estrada ainda longa,
    Cem quilmetros de chao,
    Quando a espera não tem fim,
    Há distãncias sem perdao.

    No sei quanto tempo fomos,
    Nem sei se te trago em mim,
    Sei do vento onde te invento, assim.
    Nao sei se luz da manha,
    Nem sei o que resta em nos,
    Sei das ruas que corremos sos,
    Porque tu,

    Deixas em mim
    Tanto de ti,
    Matam-me os dias,
    As mos vazias de ti.

    Navegas escondida,
    Perdes nas mos o meu corpo,
    Beijas-me um sopro de vida,
    Como um barco abraa o porto.

    Porque tu,
    Deixas em mim
    Tanto de ti, (2x)
    Matam-me os dias,
    As maos vazias de ti.



    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  15. #15
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Diabo No Corpo
    Pedro Abrunhosa
    Composição: Pedro Abrunhosa

    Corpo!
    Como um mapa sagrado
    Em ti desenho o pecado
    Escrevo no mundo
    No meu corpo...

    Com um toque divino
    Faço da pele o destino
    Sente nas mãos
    Este meu corpo
    Uma estátua ardente
    E a cada toque teu...

    Até a passarela devagar
    Se vai abrir por ti
    E toda a música que ouvires
    Irá ser por existires
    Sempre que digo:
    Uhuuuuuuu!
    Tenho o Diabo no Corpo
    Uhuuuuuuu!
    Tenho o Diabo no Corpo
    Oh! Oh! Oh!...

    Leva meu corpo
    Por um momento eterno
    Fazes-me a vida um inferno
    Escondo um louco
    No meu corpo
    Um infinito prazer
    Por isso:
    "Qu'est-ce qu'on va faire?".
    Só tenho tempo
    Pr'o o meu corpo
    Como uma sombra inquieta
    E nessa voz discreta...

    Até a passarela devagar
    Se vai abrir por ti
    E toda a música que ouvires
    Irá ser por existir
    Sempre que digo:
    Uhuuuuuu! ah! ah!
    Tenho o Diabo no Corpo
    Uhuuuuuu!
    Tenho o Diabo no Corpo...

    Uhuuuuuu!
    Tenho o Diabo no Corpo
    Uhuuuuuu!
    Tenho o Diabo no Corpo
    (Tenho o Diabo no Corpo!)...(3x)



    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

Página 1 de 5 1 2 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar