Página 1 de 4 1 2 ... Último
  1. #1
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633

    Padrão Letras Sam The Kid

    +
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    [Verso 1]
    [Sam The Kid]

    Rapper's hoje em dia são como a pornografia
    Nem todos dão tusa porque há uma oferta em demasia
    Ofensa à filosofia da nossa imensa minoria
    Não curto plagia, fotocopia pirataria
    E unir à varial quem tira a magia original
    Yoo reflecte e repete comigo eu agi mal
    Só tu sabes o que usaste e quando o bolso tiver gasto
    Do topo vais cair e não és bem-vindo como um
    Padrasto
    É aí que me afasto logo pra baixo com pára-quedas
    Não te curto como apanhador nao curto moedas
    Boy ouve:
    Eu não preciso de regressos com sucessos
    Eu faço poesia a maioria faz versos
    Esquece os outros mete os pontos nos "i's",
    Mete os contos no lixo
    Ou sons postos no disco, Ouviste?!
    Consistência integridade longevidade na essência
    Tens de ter paciência
    EU, pus-me na bixa, preenchi a ficha, ganhei uma
    T-Shirt
    Quando ouvi chamar a ficha...kando vi chamar de
    artista
    À 1ª vista era fixe ter a profissão
    Sou vocalista de outra lista dos que pensam que são
    É relativo todo o título e toda a afirmação
    Sou criativo e digo-o com toda a estimação
    Digressão é importante mas a tua e ficção
    Como dj's que eu vejo nos pratos mandam "mixão"
    Sem convicção,
    Sinto-me à frente de gente que tem como influencia
    uma
    Só referência, uma só canção...
    São imitação da escrita que limita a direcção
    Solicitação evitam, necessitam correcção...

    Refrão:

    Dizem que cantam o hip-hop, mas não dizem nada, vêm
    com
    Poesia mas é só fachada
    O português não tá cansado eles vêm com o inglês,
    Eu pratico praticando a nossa língua outra vez
    Seja hip-hop, seja rock são poetas de karaoke
    Dá um stop se não faz block pros poetas de karaoke,
    No teu block no teu stock
    é poetas de karaoke, poetas de karaoke, são poetas de
    karaoke...

    Põe a gramática em prática,
    Didáctica-o-Dramatica mentes citando técnicas
    Poéticas com estéticas
    Fonéticas sempre atento ao surpreendente
    Com métricas à frente, pra mentes excêntricas
    exigentes
    Isto é pa todos, não e só pa Mc's
    Isto é pa tugas que nunca escrevem na língua raiz
    Querem ser internacionais mas tão-se a cagar pra isto
    E nunca são originais são Nova york ou Paris
    Sempre fui D. Diniz vocês são de onde der mais jeito
    Onde houver mais fama e proveito
    E se houver mais grana é aceite
    E se houver uma dama com bom peito pensam que isso dá
    respeito...
    Confere e confirma a afirmação?vocês nao acordam
    Que eu condeno a vossa causa falsa que vocês abordam
    Contractos são assinados com condições que não
    Concordam
    E as gravatas ficam gratas
    Pelos escravos que as engordam
    Nao há credibilidade na performance
    O microfone não tá ligado isso pra mim é no sence
    Não percebo o vosso ponto no meu som, eu ponho censo
    Porque eu escrevo como falo, como sonho, e como
    penso...

    Refrão:

    Dizem que cantam o hip-hop, mas não dizem nada, vêm
    com
    Poesia mas é só fachada
    O português não tá cansado eles vêm com o inglês,
    Eu pratico praticando a nossa língua outra vez
    Seja hip-hop, seja rock são poetas de karaoke
    Dá um stop se não faz block pros poetas de karaoke,
    No teu block no teu stock
    É poetas de karaoke, poetas de karaoke, são poetas de
    karaoke... (2X)

    Dois palermas: Yehhhhh ouviste aquele som? Ridículo
    pah....que nojo pah, que...eu passo-me com aqueles
    gajos
    Eh pah...estes gajos "Sam the kid, Sam the kid"...é
    Sempre a mema coisa..e depois vêm com aquelas letras
    "Tec te tec te? eh pah...nao percebo nada
    pah...Nunca gostei de rap pah...de certeza que não
    Foram
    À escola...pois nao, nao sabem escalas...nao sabem
    escalas...nao sabem nada e depois vêm com...é a
    musica
    É you know, you think...you are?!?
    E só o nome dele é contraditório...pois...SAM THE
    KID....o que e aquilo pah...aquilo é inglês, é
    americano
    E kem é ele para me criticar...não é ninguém
    pah....ohh
    pahh...devias era ouvir musica pah... devias era
    ouvir
    Musica
    Eles nem escrever sabem pah...o "a e i o u" não? Eles
    Nem tem a 4ª classe...é o que faço-te que te
    aconteço-te...
    Que eles não percebem nada disso...eles nao sabem
    escrever

    Sam the kid: Ohhh pessoal...pessoal, é assim, vocês
    tão aí
    a falar a toa mas eu digo-vos já, olha..o meu
    português...

    Não é correcto e sou mais poeta que vocês,
    Todos voz do rock pop hip-hop é escrito em inglês,
    Com a desculpa que foi a musica que ouviram ao
    crescer
    Nunca precisei de ouvir hip hop tuga pró fazer
    Isso é o que dá mais prazer o meu idioma exploração
    Vocês tentam outra língua pra tentar exportação
    Querem ser os "moonspell" querem novos horizontes
    Mas aqui o Samuel é madre Deus é Dulce Pontes
    Porque há uma identidade vocês são todos idênticos
    SÃO autênticos mendigos vendidos por cêntimos
    NÃO compreendem o meu sentimento e mentem
    Tentem jornalismo ou não comentem
    Vocês fazem turismo de emoções que os outros sentem
    Eu faço culturismo de expressões que todos sentem
    Porque será que nunca param, param com novo
    reportório
    O vosso não é actual é revista num consultório
    E é notório que a história nao quer a vossa presença
    No relatório da apólice a rejeição foi essa intenção
    Eu sei, no que é que eu vi do típico inox duro
    Mais que fotocopias obvias que eu chamo de xerox puro
    Vais ver com'é sais a pontapé,
    Porque eu sou tipo hoofer?s tu cais tipo sudré
    És um café sem SportTV, com o spot vazio
    Não se pode evoluir ao ignorar o desafio
    È SO PREGUIÇA!!!!





    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  2. #2
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    00 Hip-hop
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    Yo, não quero comparações com o 007,
    apoiamos as vertentes, tudo de bom ????/
    Esta missão não é secreta, podem vir,
    todos, apoiamos nesta corrida sem meta, s'invocamos/
    Invocamos por amor como se fosse uma missão,
    espalhando hardcore, agradeço a todos aqueles/
    Que batem palmas, aqueles que têm vergonha,
    estão aqui ao nosso lado pois aqui no nosso meio/
    Não há competições, mas bem lá no fundo,
    somos todos guardiões, cada um co'a sua zona, mas
    unidos/
    Essa ***** vai à tona, aqui os quatro,
    correntes tão poderosas como quadros do Miguel Ângelo
    e o Picasso/
    A humildade reina, mas sabes quem vê bem,
    somos todos "Guerrilheiros do Hip Hop" na Tuga/
    00 Hip-Hop, aliança será forte,
    sobre tudo e todos aqueles que nos querem banir/
    Abaixem vossas defesas, Hip Hop nacional,
    pronto a consumir, sabes bem que tens/
    O meu apoio pois ajudo quem me chama,
    não há otário qu'apague a nossa chama/

    [Sam The Kid]
    Ayo, primeira missão, dar educação à cultura,
    procurando atenção sem qualquer tipo de censura/
    Co'o Rap em ascensão, missão agora é vigilância,
    banalizá-lo é tirar-lhe toda a importância/
    Por isso eu o protejo e dou-lhe a minha segurança,
    massificação traz o dia qu'a arte cansa/
    Dança, parte em cima ou no chão,
    yo lança, a tua rima, morre leão/
    Ponho tusos em intrusos que cometem abusos,
    reclusos sem parafusos à procura de luzes/
    Qu'iluminam uma sala vazia, silenciosa,
    querendo recitar poesia, só oiço prosa/
    Goza, mas marca bem tua posição,
    gente famosa, não é só quem tá na televisão/
    Ao serviço do Hip Hop, a maior das majestades,
    weaks qu'abandonam nunca deixam saudades/
    Somos todos diferentes, a gente ????? secretos,
    ouvimos ecos de palavras, moves e scratch/
    Qual é a diferença? É qu'esta é nossa crença,
    Rimar pa quem pensa, quem pode e quem tem licença/

    [Biggy]
    Ohh
    Yo yo
    GMS
    uh
    00 Hip-Hop

    [Refrão x2]
    Yo yo, DJ (vai!), B-Boy (vai!),
    Writer (vai!), MC (vai!),
    00 Hip-Hop (vai!)...
    GMS, (Chullage, Sam The Kid).

    [Biggy]
    No M-I-C elaboro meu projecto secreto,
    de ataque surpresa, todo ????/
    Lírico veneno, por mais que se esconda,
    este mundo certamente é pequeno/
    Tou sempa a vossa trás, pronto à acabar,
    com todas hipocrisia, quem diria, qu'o/
    Movimento era ???-ciptonaria,
    ????, jogo sujo e chibaria/
    Harmonia, com muito amor se constrói,
    num segundo, há quem o destrói/
    Rapael, combinação assassina,
    combate da palavra, pro contamina/
    Chullage e Samuel, tropas aliadas,
    pronto prá chacina verbal/
    Deste fight certamente mortal,
    pois esta batalha, façam nova escolha, mais cuidado/
    Com a falha, 00 Hip-Hop, potência verbal,
    deste que se espalha, no hardcore/
    Infernal, no sistema,
    GMS, terreno altamente minado/
    Multifacetado, DJ e B-Boy,
    Writers, MC's, tropas filiados/
    Patente do Underground muito bem artilhado,
    mais uma vez destacado na missão/
    De alto risco, a gente é ???/
    Dá ao Mr. ????, a.k.a./
    ????? guardião, imortalizado,
    ao amanhecer, todos tem que ser under capital/

    [Biggy] (Darkface)
    GMS
    00 Hip-Hop
    Chullage, Sam The Kid,
    M.I.C. 2000
    (Yo, nigga vai)

    [Darkface]
    Yo, 2002 mais producivo, produtor mais produtivo,
    MC mais criativo, grafitti mais expressivo/
    DJ mais agressivo, B-Boy mais instintivo,
    No gueto mais receptivo, o sistema é interrompencivo/
    Mesmo assim, o Hip Hop está em trajecto evolutivo,
    Que sa **** o IRS, a editora, porque o preço/
    Não é tributivo, apenas para a rua contributivo,
    principalmente nutritivo, puro como o alimento/
    O homem primitivo, life from the projects,
    som ond'eu vivo, Hip Hop, 007/
    Objectivo, intercepta aqueles que já só perseguem,
    o diamante, o ouro e a prata/
    Minha música vem da rua, é pá rua qu'el'é grata,
    vida da rua, ela retrata, e esta frase está presente/
    Na mente de tod'aquele filho da **** que me contrata,
    quando o verso trata/
    A arte não tem primeiro nem segundo, nigga,
    a arte é abstracta, yo yo constata, yo yo, constata/
    népia, yo, tá feito yo,
    mais duro yo, mais duro,
    Mais duro qu'estadias em Caxias, meu santo,
    Linhó, Setúbal, ??, Montijo, exijo/
    Respeito ao meus peoples quando rimas dirijo,
    directamente às'quinas que fedem à alcoolimismo/
    Hip Hop rijo, sem exagero,
    sentimento posto no som, provo o desespero/
    De quem procura outro rumo, não desperdiço beats,
    contando quando estou no fumo, ou quando álcool
    consumo/
    A guerra vem aí, filho da ****, ist'é o resumo...

    [Refrão x4]
    Yo yo, DJ (vai!), B-Boy (vai!),
    Writer (vai!), MC (vai!),
    00 Hip-Hop (vai!)...
    GMS, (Chullage, Sam The Kid).



    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  3. #3
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    100
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    Sam The Kid sem demoras dá-te o puro sem problemas
    Expontaneo e p'ó teu cranio sem ter que apontar em esquemas
    Novos temas, sem sairem de gavetas
    Criação original sem que tu me metas
    Num lado, coitado que rima sem imaginação
    Sem motivação de criar uma situação
    Isto é o que eu faço e 'tá cá dentro instalado
    Sem acordo assinado trabalho sem ordenado
    Luto pelo puto que escuto e que me inspira
    Sem estatuto dá-me o produto sem ser mentira
    Hip-Hop é mesmo assim, é uma arte sem sucesso
    Como a heroína, uma viagem sem regresso
    E lá vens tu, sem qualquer pretexto
    Que é que tens tu como o vizinho do sexto?
    Sempre a chatiar, cotas sem paciência
    Sem argumentos mostram ignorância em evidência
    Á deriva sem um rumo, muito fumo
    No fundo do mundo sem querer atingir o cume
    Sem dama, sem fama encaro isso sem um drama
    Sem palavras para dizer quando alguém reclama
    Chama e discute, mas fá-lo só sem fights
    Queres que alguém te curte? Então rima sem (?)
    Sem professor, sem futuro promissor
    Não sejas um palhaço sem sentido de humor
    Sem patrocinador, represento sem tangas
    Ou pelo amor, sem ter truques nas mangas
    Sem grandes cenários, sem empresários otários
    Sem calendários, nem horários, vida sem comentários

    Refrão:
    Isto é Hip-Hop, mentaliza o compasso
    Sam The Kid e GQ não são fracasso
    Isto é apenas mais um jogo verbal
    Isto é apenas mais um jogo verbal

    (GQ)
    GQ no microfone rima me'mo sem contrato
    Sem fato nem gravata, vivo tudo o que eu relato
    Esse é o meu formato, pleno sem veneno
    Sereno na conversa sem conteúdo pequeno
    Negócio sem factura, ideia sem estrutura
    Inveja quando ataca é uma doença sem cura
    Sem modelos, sem dores de cotovelos
    Se há alguém sem problemas então eu quero vê-los
    A grande questão, vivo sem opções
    Rimo na boa eu vejo a arte sem cifrões
    Competições sem vencedores nem vencidos
    Todos ao lado sem menos bons nem mais fodidos
    Sem poder p'a fazer o que eu tento
    Ajudo o Sam The Kid a fazer parte do movimento
    Sem bote Vip, dou giros por todo o lado
    Sem carta para conduzir num bote afanado
    Verdade é directa e entregue sem vergonha
    Sou frontal na tua cara sem fazer ronha
    Ando por toda a parte, dou-me bem, sem estrilhos
    Barbosa sou eu, solteiro sem filhos
    Sem gatilhos é assim que o G rule
    Conflitos resolvidos à maneira old school
    Tento resolver situações sem violência
    Porque ás vezes são feitos actos de inconsciencia
    Igualdade o meu mundo é sem tops
    Sem espaço para não nos rirmos sem probs
    Sem álbum, sem maquete boy
    Vivo a rotina sem trabalhar p'ra boys

    Refrão 2x:
    Isto é Hip-Hop, mentaliza o compasso
    Sam The Kid e GQ não são fracasso
    Isto é apenas mais um jogo verbal
    Isto é apenas mais um jogo verbal

    (GQ)
    Agora sem quê?

    (Sam The Kid)
    Yo essa experiencia sem competencia
    Eu escrevo sem concorrencia
    Puto feio sem sorriso atraente
    Sem coro convicente não sou corpo sem mente

    (GQ)
    Sem motivos nem razões, sem dramas sem heróis
    Música sem alma é como Hip-Hop sem B-boys
    Sem perconceitos, autores sem direitos
    Normal como os outros sem amigos perfeitos

    (Sam The Kid)
    Sem defeitos, ninguém consegue sê-lo
    Mancas o Sam é o MC sem parecê-lo
    Sem curso acabado na rua faço o meu estilo
    Revelo o intelecto do Rap sem ter canudo

    (GQ)
    Sem leis, sem reis
    Sem problemas 'tou-te a ultrapassar os níveis
    Yo, num momento apresento um discurso sem morais
    Todos iguais sem tratamentos especiais

    (Sam The Kid)
    O puto representa sem cenário pausado
    Ouvido em todo o lado sem direito reservado
    Alcanço as pessoas sem qualquer publicidade
    Agrado algumas sem ter um som de qualidade

    (GQ)
    Na cidade, causo nalgumas parcetas
    Sem manias porque o G bule, sem letas
    Sem etiquetas, sem definição possível
    Tenho sentimentos cá dentro sem ser sensível

    (Sam The Kid)
    Isso é incrível mas até tem o seu nexo
    Mostra o honesto sem reflexo de complexo
    O som sai do quarto como se fossem serviços
    Sem compromissos, faço magia sem feitiços

    Refrão 2x:
    Isto é Hip-Hop, mentaliza o compasso
    Sam The Kid e GQ não são fracasso
    Isto é apenas mais um jogo verbal
    Isto é apenas mais um jogo verbal




    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  4. #4
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    16/12/95
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    Tas predestinado para o êxito
    A tua vida será um longo e amplo êxito
    A menos que tu próprio tenhas quebrado um tal
    destino?

    "Ohhh como é que é mano?" "então como é que é
    Samuel.?"
    "Tass bem Boy" " queres vir até ao Alcântara..?"
    "yah vamos boy até ao Alcântara, mas primeiro vai
    haver uma festa no Dº Dinis
    Aquelas do final de periodo tava a pensar ir até lá e
    depois bazavamos até o Alcântara boy" "então a gente
    ve-se lá" "vá boy um gajo ve-se lá" "aparece lá vou
    bazar" "axo que sim" "fica boy"

    Fui pá boda do Dº Di e a cena era de dondi
    Ela olhava mas escondia a sua admiração
    E eu olhava e respondia com satisfação
    até porque eu já sabia aquilo que ela sentia
    O nome dela é Sofia, e pertencia a associação
    Tinha a companhia de um gi que nao parecia sao
    Ela passou por mim só pra fazer a apreciação
    Perdeu a vergonha começou na aliciação
    Inicia o coro com a sua mão macia
    Não queres ir lá pra fora onda a rua está vazia
    Não! Prefiro o meu quarto que é a 100 metros daqui.
    Vens?
    Só se prometeres dar-me momentos incríveis
    Ela era engraçada e a tuza era tanta
    Que eu fui dizer ao marco que já não ia ao Alcântara
    Bazei. Já tou no quarto com a minha parceira
    Perguntou quanta damas tive Eu disse que era a
    terceira
    E foi na boa, fomos a lua e nem vimos Vénus
    Éramos ingénuos só com 16 anos
    Na adolescência pensamos que somos eternos
    E não se pensa na consequência dos enganos
    No final do coito apertei-a com um braço
    E no final da noite à porta eu beijei-a na face
    Xau ai..!! Queres que vá contigo?
    Não deixa tar a minha casa é ali
    Desceu o prédio e eu nunca mais a vi
    Questionei-me mas nem me preocupei assim tanto
    Eu sabia que iria vê-la no segundo período
    Voltei a vê-la em Janeiro
    E ela puxou-me pra um canto da sala de convívio e
    disse:
    Não me veio o período
    Eu já sabia. Eu já sabia? Se eu soube-se não subia
    Tem calma Sofia. Nesse dia ela tremia e eu senti-a
    nervosa
    Já fizes-te o teste? Fiz e ficou cor-de-rosa
    Presumi que era a cor que não devia ser vista
    Não sabia o que sentir numa emoçao mista
    Por um lado era o medo de ser um pai cedo
    Mas por outro era o orgulho que qualquer pai sente
    E o aborto não ia de acordo com os ideais dela
    E ela sabia que por mais que ela quisesse
    Os pais dela nunca aceitariam ser avos agora
    Mas a escolha é nossa, somos nós agora

    "tou-te a dizer Sofia, não te
    preocupes vamos tentar arranjar uma solução para
    resolver isto."
    "Mas nós não temos casa e estamos a
    estudar e" "pah não me interessa men não interessa.
    Eu falo com a minha mãe vamos pá casa dos teus pais.
    Não interessa, nem que a gente tenha de sair da
    escola,
    vamos trabalhar vamos tentar arranjar um épa
    sustentar a nossa cena"
    "ok epah ya, se for assim ya, ok eu tô nessa" então
    pronto
    Passou a ser a minha dama oficial
    Foi difícil, todo aquele drama inicial
    O essencial agora é um sustento para o miúdo
    E por o nosso estudo suspenso
    Beneficiado num acordo por extenso
    Um casório num cartório sem um fato nem vestido
    Só as juras de um tempo investido
    No amor e no destino que o meu quarto fez
    Deu-nos uma gravidez que ia no quarto mês
    Mas se houve-se um pouco mais de sensatez
    As nossas vidas ainda podiam ser as mesmas mas
    Agora é tarde de mais a escola ficou pra traz
    A ecografia apresentou um rapaz
    Ponderamos Nuno Bruno Daniel ou tomas
    Escolhe tu amor por mim tanto faz
    Eu gosto de Daniel mira rima com o pai
    Disse ela bem disposta mas na Alfredo da costa, ela

    dizia: aiiiiiiii
    E quando ele sai é logo apresentado as mamas da mãe
    Com 3 kg e 300 gramas sem problemas
    Olho comovido ao vê-lo adormecido
    A sogra diz que é parecido com um tio falecido
    É o ritual da parecença à nascença
    Tem a visão especial de saber ver a diferença
    Em sinais ensinados pela geração anterior
    Numa intuição interior de quem tem experiência
    Depois da criança nascer veio a divergência
    Vi o romance a descer em prol da nossa descendência
    Porque eu fui pra casa dela mas não fui bem aceite
    Bulia, pra ter roupa, fraldas, e leite,
    E ao fim do dia eu vinha feito num 8 do buls
    E mais a noite saia com o marco eu falava e reflectia
    Não foi isto que eu queria mas foi o que mereci
    Eu gosto de rap até, podia ser um bom MC
    Mas rimas não pagam contas e eu tenho bues
    Estou cansado de ir as compras ao mercado
    Com o cash bem contado
    Só amava a criança ela já não me atraia
    Porque eu tirava a aliança cada vez que eu a traía
    Esta é a altura que tou a pensar em deixa-la
    Porque a gente já não fala só discute e o puto gala
    Sonhos de bengala no natal a trocar prendas
    Embrulhadas em embalagens agora só são miragens
    E no bar com o marco disse eu não mereci tanto azar
    Se eu pudesse voltar a traz iria ao, Alcântara-mar.

    Como é possivel quebrar um destino
    se eu tenho o meu e cada um tem o seu

    "tão Samuel, come'kie ? sempre vamos ao Alcântara?"
    "Vamos vamos boy, baza boy.
    Tava ai uma chavala a fincar com um gajo, essa xavala
    um gajo vê todos os
    dias por isso baza pa Alcântara"
    "ya caga nisso vamos apanhar tarifa olha ali um"
    "Olha
    ali um"

    Demos a fuga num fogareiro que figurava
    uma verruga com um tamanho que não se ignorava.
    Na 24 CBR 600 e eu vejo 6 e há
    mais são eis e arais que adolescentes
    Que vibram com rateres e quem passa buzina
    Mas quem quer ver mulheres que passe então benzina
    Mas só bate a partir das 4 pra cima então ainda é
    cedo
    Agora é Alcântara e a gente já se aproxima do Pedro
    O homem da porta privada o homem que aborta a entrada
    Ou leva a saída a quem se comporta de forma errada
    E o Marco aborda-o por dentro porque a nossa moral
    Depende de quem nos ponha lá dentro
    A espera foi curta para que alguém viesse
    E fizesse o sinal ao Pedro para que ele nos desse o
    acesso
    No interior a musica moka sufocas o flash
    E pisca na pista enquanto damos a volta da praxe
    Se curtes dançar e queres ter atenção
    Aqui não há rodas só tens colunas ou o balcão
    Mas o balcão é mais pró big manel e as dançarinas
    que divulgam a pele que apela a provocação
    Vejo a coluna disponível tou com disposição
    Tenho toques novos hoje vou dar a exposição
    Mas logo a seguir há uma dama sbi que me pede pra
    subir
    E eu não consegui fazer a exibição, que eu queria
    Mas se é paparia é bem vinda e esta não é excepção é
    bem linda
    A pussy já não esta lúcida a musica alucino-a
    Roça-me a mama e eu via na cama, cama leoa
    Ela tem aliança no dedo mas sem medo da dança
    Mas num contacto sensual dá-me insegurança
    Mas quê que me incentiva a ter iniciativa
    A dar-me um kiss e cativa-me fisicamente
    Enquanto ela mexe eu mexo também
    Mas já vejo 10 boys olham e eu desço e venho
    A xavala que eu nem sei como chama-la
    Então pergunto-lhe o nome e onde é que mora pra puxar
    o assunto
    É a Dora dos olivais e hoje esta sozinha, os pais
    estão fora
    E eu digo que ela é minha vizinha
    A seguir ela pergunta eu respondo mas minto
    Sou o Samuel trabalho na junta e já tenho 20
    Ela tem 26 é muito mais madura
    E quanto mais minto ela mais curte mais me atura
    E não veio acompanhada mas tenciona
    Levar-me pra zona dela com um coro que funciona
    E um corpo que pressiona beija-me e menciona
    E quer-me imenso e eu vou na
    Conversa e pensa que eu não passo
    Uma conquista, uma vitoria uma atracão aleatória
    Do destino que nos uniu no mesmo espaço
    O marco passa na sala em que eu estou sentado
    Com um sorriso e um acenado que diz estas orientado
    A minha mão bate na outra quer dizer vou bazar
    A cabeça dele diz sim e eu mostro o meu polegar
    Já tamos cá fora e a Dora já não sabe o lugar que
    deixou o bote
    E quando acha eu digo vai devagar
    Ela já tá piada mas confessa que fica toda molhada
    A guiar mais depressa, conversa fiada
    É o pensamento que me vem a cabeça e eu deixo que ela
    acelere
    Só peço pra, ela me tocar onde ela quiser
    Eu deixo, ela quer abrir o meu fecho eclair
    Com a mão na direcção e a outra na minha erecção
    Sou um fantoche Fetiche que a Dora adora
    O pendura que a Dora explora na viatura
    O táxi que me leva ao clímax, eu tou quase a chegar
    Ela olha-me e?!!

    Cada um é alvo isente das suas influências. Sabes?
    E entre as influências há as boas e as más
    Negativas e positivas

    Acordo e há uma luz que me encandeia
    Ouço choro no fundo e tenho soro numa veia
    Só me consigo lembrar da uma coluna num bar
    Veio um médico que me fala da coluna lombar
    Que nunca mais vou andar
    Porque a parti num acidente de automóvel
    Em que eu fui o sobrevivente
    De repente veio-me o flash-back desse dia
    Se soubesse tinha ido com a Sofia.



    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  5. #5
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    6a Feira
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    6ª feira eu não vejo maneira de escrever a letra
    ideia neutra cabeça cheia bloqueia o terapeuta
    preciso da liza sair de marfila, senti-la, e ouvi-la
    e ainda por cima hoje faz anos o Tekilla
    parabens aquele nigga com logo mas fica-me já
    uma bote privada mas antes vamos ao B.A.
    cago no grife posso um bife o que é que aconselhas
    segredos no prato tá limpo vai uma tarifa a meias
    ouvindo a tsf o chefe já se destina
    "Onde é que querem ficar ?" A gente fica aqui na
    esquina
    no bar vamos procurar o Boss Dj Kronic
    vou pagar cinco gorjas ao cota dá-me um obrigado
    ironico
    cenário anuncia videntes e shows freaks e hous
    gays com t-shirts de Frank Goes
    vejo o maior host College I o meu mano
    o melhor no seu ramo seja Hip Hop, Ragga ou Drame
    sempre presente faz a vertente de patrão
    "Como é a compilação ?" calma não faças pressão
    ouvi o som do Kronic mega fat para o people de cana
    dá-me uma semana quero fazer uma cena bacana
    agora vou-me embora quando tiver na descontra
    quando a letra tiver pronta eu dou-te o toque logo
    conta comigo
    sigo pra borga cabeça á roda alcolizada
    alvo de risada com moca não a utilizava
    á entrada o ambiente da festa é peace com peace
    á porteira sem bandeira como é que é peace
    disse boa noite entro cumprimento cabeças
    temos tudo na terça boy não te esqueças
    vê se lembras....á parte do teu quarto
    não temos show-case qual é o pace "É o opaco " tasse
    bem Regula
    gala só o som especial vou bazar ao bar pedir uma
    imperial já venho
    o move esta cheio com fila até na casa de banho
    dançarinas no meio vejo um sinal de um casal estranho
    a dama chama-me vou ver o que ela quer
    pita body de mulher o boy dela tem street ware
    dizem que são irmãos mas têm as mãos dadas
    recurtem os bits e as dicas estão decoradas
    eu não tou pra coradas e mereço dadas
    põe-me a beber bebidas pesadas já tou crazy
    ... e muito flash cheira a haxe
    o boy apresenta-me uma e apresenta-se como Fresh
    enquanto a mana mexe a anca e manca-me da cabeça aos
    pés
    eu digo: E tu quem és ? Ela diz "Janice"
    miss simpatia e atraente disse que o irmão tinha
    talento
    que mandava grandes rimas e flows que era excelente
    só faltavam as batidas e eu seria o pretendente
    mas neste momento não tenho tempo é impossivel
    com tanto convite não tenho um beat bom disponivel
    ela não insistiu e disse "muito obrigada"
    contou ao boy ele não curtiu como se eu fosse obrigado

    bazou logo todo fodido tipo ficou chateado
    chamou a mana mas ela quis ficar mais um bocado
    já sentada ao meu lado ela diz que adora o recado
    ela diz que o disco de amor ainda é o mais tocado no
    seu leitor
    cheira-me a coro conforto composto suposto pelo rosto
    dela descontraido
    o corpo tá mais despido divulga mais o peito perfeito
    tá assumido
    decidida a provocar fica sujeito a ser mexido
    sobe o vestido e promove a nova perna grossa
    vou pra pista com ela e ela investe no roça roça
    não posso evitar hormonas controlam zonas onde
    neuronios tavam a habitar
    olhar sensual beleza consensual imensalcool põe-me a
    dançar dance hall
    chamo-me Call também já tá com a mão no meu rabo
    e diz "não tenhas medo eu não sou o diabo"
    fixe, eu nem disse nada tás á vontade ela diz vais a
    algum lado depois
    hoje não, vou directo ao bot pitar a minha ceia
    "Se quiseres eu tenho um carro posso te dar boleia"
    boa ideia
    quatro e meia na whats dela da schotes
    baza antes rolotes a butes e só depois a casa no teu
    bote
    meio minuto estamos no meu spot suponho se por a mão
    nela eu vou ter sorte
    cortamos e bazamos pela liza num seat ibiza peço que
    ela meta um som
    e já estou a ouvir a meu burguesa pisa e acelera diz
    que adora a adrenalina
    sinto a brisa na janela enquanto inalo nicotina
    perita em divulgar aquilo que exita diz que quer mijar
    que tá mesmo mesmo aflita
    também estamos a chegar ao meu parque é claro que eu
    disponho e tenho a casa de banho que ela necessita
    convite é feito e aceite subida á suite onde eu deito
    o meu corpo
    e onde eu faço a minha escrita descreta desperta o meu
    olhar com pose
    e voz sedutoras que metem alguns homens nervosos
    elevadores avariados
    só temos as escadas luzes apagadas que iluminavam os
    corredores
    ela não vê nada eu também não, dá-me a mão bem
    apertada sinto aproximação
    dá-me um beijo nem a vejo estamos na escuridão um
    inicio com indicio de ter continuação
    subo ao cubo com ela levo-a ao W.C. depois no meu
    quarto diz: " Nunca vi tanto cd "
    curiosa das condições da criação e do processo eu
    brinco ela e digo que eu não faço acontece
    "Como foi no começo ?" porque tanto interesse eu penso
    que não é altura para lições do meu berço
    mas ela quer ouvir md's que o Sam fez quebrou tanto o
    ambiente que já tou na lucidez
    rolo uns beats deixa ela ajuizar o som vou lá dentro
    buscar bebida só há bisangabom yo whatever
    levo a garrafa agarro dois copos hoje sou player da
    night chama-me Santana Lopes
    no regresso ao quarto magico á uma agitação sinto uma
    má vibração em relação á Janice
    falta-me um mini-disc eu conheço a minha coleção logo
    ela diz que amanhã cedo tem explicação
    e que segunda tem um teste de alemão, então dá-me bla
    bla prepara a desmarcação
    mas o mais engraçado é que eu não estou preocupado até
    tou sorridente
    porque sei exactamente o objecto que está ausente sei
    a cor, o preço, a marca o que ele tem dentro
    e é me indiferente pala dela diz que me telefona
    amanhã tira as chaves do bolso
    enquanto bebe á pressa o bisan licão sair lição punir
    já a topo
    opto pela insistencia de beber mais um copo fica mais
    um pouco
    agarra-me e dá-me mais um beijo "já tou toda podre,
    que horas são ?
    é um quarto prás seis mas há um quarto prós dois e
    porque tu vais
    logo agora que eu tou mais afin tu sais assim "o quê
    ?" fico uma beca desiludido
    o meu coro não resulta ela recusa o meu pedido "talvez
    um destes dias"
    ela quer é por-se a milhas com a disquete que ela
    pensa que é fat mas armadilhas
    mas ela não imagina que a mina ficou intacta ficou
    inapta á ladra que não capta o que rapta
    eu não te chateio mais baza eu acompanho-te lá a baixo
    também tenho de levar o lixo
    e ela diz "Não é preciso leva-me só á porta, desculpa
    ter falhado contigo"
    eu digo não importa chegou a hora de eu abrir o jogo
    da confrontação
    vou encara-la com o roubo, curtir a reacção " Esse
    Minidisc que levas é pro teu irmão? Qual minidisc? "
    aquele que deve tar no teu blusão ela bate-se mas
    assume o acto fala alto enquanto desce o corrimão
    muda de atitude agora sou vilão, mostra a disquete que
    tava escondida na langerie
    "É isto aqui que procuras ?" é mas pode ficar pra ti
    ou pó teu mano ou o teu damo
    ou pro ******* que tá **** se era o teu plano leva a
    dica fica ca musica toda
    ela fica furiosa grita nervosa e eu não comento e diz
    " Tu não tens talento só tens equipamento só te
    orientas porque tens condições
    por mais que tentes ser da street és um player sem
    colhões "
    o quê parva eu sei quem sou e bocas dessas não me
    aflijem
    ah é verdade bitch o mini-disc está virgem,
    estupida


    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  6. #6
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    A Caixa
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    [Verso 1]
    No Sábado vi uma caixa no chão,
    e sem problemas agarrei-a logo então/
    estava a brilhar chamou logo à atenção,
    parecia daquelas que são 1 num milhão/
    Era rectangular e pequena, leve como uma pena,
    mas o aspecto é que era a sua cena/
    Meti-a no bolso pa não a perder,
    pois tal coisa eu não queria que fosse acontecer/
    levei-a para casa e examinei-a,
    qualquer caixa ao pé daquela era feia/
    parecia estar cheia e eu todo guloso,
    fiquei curioso de saber se tinha algo valioso/
    dentro dela porque ela era tão bela,
    era daquelas que um gajo toca e congela/
    recebi um choque quando vi o cadeado, fechado,
    trancado,
    sem puder ser aberto, a chave nem estava por perto/
    e eu senti-me num deserto,
    e não me armei em esperto/
    porque sabia que tinha uma grande viagem,
    e corria o risco de cair numa miragem/
    Fui com cuidado, vi o canhão do cadeado,
    e nunca tinha visto nada disto em nenhum lado/
    era um h, o seu formato,
    e a minha cabeça pensou aqui há gato/
    só podia achar a chave onde ela se perdeu,
    então bazei de casa à procura e lá fui eu/


    [Verso 2]
    Cheguei ao local onde a tinha descoberto,
    e a chave continuava a não estar por perto/
    procurei, procurei e procurei,
    e não achei aquilo que me faria sentir um rei/
    tentei partir a caixa, não funcionou,
    tentei queimar a caixa, também não queimou/
    Então enervei-me e livrei-me daquela maldição,
    daquela caixa que não tinha solução/
    1ª opção, mandá-la ao mar,
    porque sei que nunca mais a vou encontrar/
    então assim o fiz, como quis,
    fiz logo à minha maneira, pus os pontos nos i's/
    senti-me logo bem, como ninguém,
    agora sem esta caixa nada me detém/
    vou a correr a celebrar o meu estado,
    porque já estava farto da história do cadeado/
    ia a pensar em tudo, no bom e no mau,
    quando eu não vejo népia e tropeço num degrau/


    [Verse 3]
    Recupero os sentidos, ainda fodidos,
    dói-me a cabeça mas não estão perdidos/
    a dor continua, não pára e dura,
    e eu não me quero levantar já/
    viro a cabeça, olho para o lado,
    vejo uma chave na forma de um h/




    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  7. #7
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    A Partir de Agora
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    [Intro (Sam The Kid como outra pessoa)]
    Oh Samuel,
    orienta lá uns beats, meu
    tenho aí umas letras bacanas, ando aí a rimar na rua.
    Só arranjas aos gajos lá de fora, isso não pode ser,
    tens é que calçar os gajos de Chelas pa representares
    a tua zona.

    [Verso 1]
    Este é o primeiro dia do resto da minha vida, a ver
    cash,
    numa fatia, de empréstimo, que só devia ser/
    do honesto e modesto e essa é garantia,
    pa quem investe no sequestro da minha quantia/
    Okay, protesto essa via, mexe-te alma fria,
    sente, nunca se confia, em ninguém em demasia/
    -mente, detesto quem agencia, por isso eu não tenho
    a gente,
    testam a minha inteligência e eu já não sou lento/
    Mais, editoras e jornais, e esses tais intelectuais,
    não percebem rimas, só instrumentais/
    Eles pisam no rap d'ouvidos tapados,
    mas eu volto com mais força tipo pelos rapados/
    Eu sinto angústia na indústria porque pa ter sucesso,
    não o que se faz ou o que se sabe, é quem se conhece/
    Por isso eu peço às editoras, apontem o que eu disse,
    não se esqueçam que eu sou real no meu press release/
    Porque hoje em dia é minoria, alguém ser puro num
    sorriso,
    e não me escondam nada, façam já strip tease/
    e eu não quero o braw, só quero despir-te o uniforme,
    como faz um brainwash quando eu só quero um
    brainstorm/
    não há limite, rádio é dito, eu sinto fome,
    porque esses cantores de ***** pra mim são sit com/
    e eu exito logo quando decifram o cifrão,
    e decido ser decente, assim não, m'assinam, ouviram?/

    [Refrão x2]
    Eu já não papo grupos - a partir de agora!
    já não me preocupo - a partir de agora!
    Estranhos preparam banhos pa pintar o meu bolo,
    mas o meu controlo, vou pô-lo, no meu people/

    [Verse 2]
    São, pa fazer à pressão, ou não consignação,
    Hip Hop sem consignação/
    Sem consideração, topa a situação,
    roubam quem recita, são a prova de exitação/
    na roda da exploração, nova escravatura ou cor,
    feito com coração sem amor dura-douro/
    Vocês não representam, são representação,
    eu quero um penso ou deslocação e alimentação/
    Façam apresentação, de valores secretos, completos,
    de tentação, que não pedes, não podes, não deves/
    E se queres fazer algo construtivo,
    paga que eu demonstro ao vivo/
    Não inventes grandes eventos sem grandes e bons
    investimentos,
    não sou carocho, não quero orse nos meus orçamentos/
    Só apostam na moda, cambada de oportunos,
    eles não amam Hip Hop, ouvem Hip Hop por turnos/
    E eu não pulo pa ter vários convites de quem
    trabalha,
    pa ter fire demites, boy é melhor que me evites/
    Como putos que pedem beats, eu nem sequer os conheço,
    por isso não me peças nada, boy pergunta-me o preço/
    E eu não quero ouvir birrinhas tipo: "Quem é esse?",
    "Quem é esse armado em teso?" ou tipo qu'eu não
    mereço/
    Já vi que a gentileza é fraqueza e eu já não sou
    fraco,
    a mim já não me comem porque eu fico o homem do
    fraque/
    E eu suspeito dum sujeito que não respeita o meu
    sustento,
    a partir de agora sou pimba, só pré-pagamento/
    Brincamos o movimentos, o que é que têm também?
    mas só confio na minha mãe, e ("mais ninguém!")/

    [Refrão x2]

    [Interlúdio]
    Yeah, vocês obrigaram-me a ficar assim, man
    No outro album ainda tava humilde,
    agora por causa duns, outro vão levar tabela
    é memo assim man, tipo piscina dos Olivais...
    A piscina dos Olivais também tava tranquila,
    o pessoal entrava normal,
    andaram lá bacanos com piolhos, apegaram toda a gente
    e agora é assim boy, se não vieres com ??? pra pé de
    mim,
    não vale a pena man, nem vale a pena.
    Pergunta a ti próprio man, quem precisa mais de quem?
    Quem precisa mais de quem boy? é essa a pergunta
    E agora podia tar aqui a queimar vocês todos boy
    mas não, eu vim dar props a quem me põe a viver.

    [Bridge]
    Keidje Lima, boy, põe-me a viver,
    ???????, boy, põe-me a viver,
    Lilttle John, boy, põe-me a viver,
    Nuno Tempero, põe-me a viver,
    enquanto o resto eu só oiço é dizer:
    vem, vem!

    [Outro (Sample)]
    Vem por aqui!
    Vem por aqui!!
    Não, não vou por aí.
    Só vou por onde me levam meus próprios passos
    e nunca vou por aí.
    A minha glória é essa, criar,
    eu tenho a minha loucura...
    Não sei por onde vou,
    Não sei pra onde vou,
    Sei... que não vou por aí!
    (**aplausos**).



    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  8. #8
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    À Procura Da Perfeita Repetição
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    [sample de uma entrevista]
    [Jornalista] António Pinho Vargas, gostava de se ver
    daqui a uns tempos
    num cd do Sam The Kid, recriado num cd do Sam The
    Kid?
    (**Risos**)
    [António Vargas] Acho que sim...
    Por um lado queria dizer que ele tinha achado
    que podia fazer qualquer coisa com a minha música
    e nesse sentido seria uma honra.
    Aliás, eu acho que qualquer criador quando estimula o
    outro
    pa fazerem coisas, deve sentir-se contente, não é?

    [**diálogo entre Sam The Kid e Catarina Mira**]

    [Verso 1 - Sam The Kid]
    À procura da perfeita repetição,
    são anos de pesquisa, fiz a minha função/
    à volta de notas que transmiti sem uma emoção,
    suficiente para a mente ganhar inspiração/
    A minha cultura não vem da leitura,
    corte e costura, também ser forte na mistura/
    Para tentar juntar dois mundos opostos,
    não apostes em merdas que tu não gostes/
    Faz porque queres e sentes, não porque deves e tens,
    ei menos pra ti, há imensos aí/
    Limo arestas, rimo em festas, por cima destas bases,
    (E como é que tu fazes?)/
    Eu oiço temas e temas feitos antes do meu nascimento,
    diz-me outra arte que dá-te maior conhecimento/
    Musical, cada qual com seu gosto pessoal, al-
    guns, ouvem mal, mal-dito avental, tal-/
    vez resultasse se tu t'aplicaces,
    só a batida não basta, tenta ser sonoplasta/
    Gasta tempo e investe em experiências,
    não ligues a tendências e foca-te em sequências/

    [Refrão - Aninhas Naifh] (samples)
    (Gonna find) You ??? is on my mind
    Vai encontrar em mim, em mim!!
    (Ooooh, you ???) (a state of mind)

    [Bridge - Sam The Kid, Catarina Mira, Lil John & SP]
    Essa nostalgia, como um postal cria,
    auditiva num nível possível de ser respeitado/
    É só mostrar cria-tividade e mestria,
    em fazer a pesquisa, qui sá fazer a novidade/

    [Verse 2 - Sam The Kid]
    Escuto um disco fat, nunca descoberto,
    gosto discutível mas indisponível na net - é raro/
    Ou oiço um êxito com rodagem, ponho a minha
    camuflagem,
    a tua nova abordagem - vai ser em reparo/
    Do pulso, sopra o touls, é como eu bulso,
    sempre chuto, sente a MPC e fuck PC/
    Sente a diferença e ganha a confiança,
    vais ter uma nova crença que te ensina o mais recente
    instrumento/
    É orgânico, é humânico, é pra lá do mais mecânico,
    quem o manipula, põe no armário, Box, não é
    necessário/
    Pareço um publicitário mas isso é só aparente,
    crio calmo e solitário sem um bom equipamento/
    A dica é essa, não interessa um colecção grande,
    de loops ou breaks ou kits pa beats se os teus são
    feios/
    O que importa é o que tu fazes com o pouco que tu
    tens,
    ideias com talento nas veias, se a tens, parabéns/
    E quanto às leis (e quanto às leis?), não tão bem
    explicadas,
    e eu não vejo o sentido, pra mim tão erradas/
    São papéis, mai nada, não dão liberdade,
    a esta arte que pra eles 'inda é novidade/
    Tou no meu quarto, eu sou um artista ausente de
    SPA's,
    a minha alma é alquimista, eu penso em RCA's/
    Eu penso em rimas estruturadas, penso em 12
    polegadas,
    eu não penso qu'ideias possam vir a ser multadas/
    ou julgadas por alguém com poder,
    eles dizem 'tem cuidado a escolher', mas a censura
    censule/
    Isto é Hip Hop puro com samples qu'eu juro ser
    crente,
    isto é o futuro, passado e presente, todos ao mesmo
    tempo/

    [Refrão]

    [Bridge]

    [Scratches por DJ Cruzfader]
    "E abre o teu espírito" "pela inspiração"
    "procuras, tu achas" "dicas no vinil"

    [Outro - Catarina Mira]
    Oh mano, quem é o Vítor Espadinha?

    [Interlúdio do album (sample)]
    Porque o qu'eles querem todos é mandar na gente.
    A gente manda-os à ***** mas eles mandam na gente.
    (**Risos e gargalhadas**)




    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  9. #9
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    A Tempestade
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    [Verso 1]
    Dias de chuva, dias de *****, dias de vento,
    dias que me fecham no meu sofrimento/
    quando o medo se apodera de ti e de mim,
    parece que este medo não tem fim, é infinito/
    é incurável, na aparência,
    para cada um ter a sua excelência/
    que se **** isso, que se **** isso tudo,
    pessoas querem mudar o míudo, mas eu não mudo/
    queres um puto positivo quando esse não existe,
    não me contradigas foi isso que tu pediste/
    e isso é triste, não há ninguém que não concorde,
    sócios querem viver a life do morph/
    e essa life morph, feedback constante,
    perigosa como ires crazy ao volante/
    tu queres o movimento, movimenta,
    tu que eras o talento, então rebenta/
    criticamente aclamado pelas ruas,
    que são tanto minhas, como tuas/
    porque é que o mundo não dá o valor que merece a
    rima,
    só unidos é que isto vai pra cima/


    [Refrão x2]
    Todos no caminho à procura da verdade,
    muitas nuvens juntas dão sempre uma tempestade/
    os dias nunca param porque o tempo não espera,
    por mais que tentes já não voltará ao que era/


    [Verso 2]
    Não te apercebes do começo, só te apercebes do fim,
    Quando não tens o que pretendes a vida pode ser ruim/
    Porque todo o pormenor é importante na batalha,
    O elo quebra sempre quando menos calha/
    Chocalha o Mundo, o que é que ouves? não ouves nada,
    a bateria está estragada, já foi muito utilizada/
    Ouve a consciência elevada,
    porque a situação não está estabilizada/
    Sócios a fezarem sócios pela surra,
    a pensarem que a mente é burra/
    como podem fazer essa cena se é contra as leis,
    para essa ***** eu já abri os olhos desde os 16/
    Um gajo fica abalado, fica fodido,
    a pensar qu'o mundo está perdido/
    já não existe a tal cena que se chama irmandade,
    por causa da tempestade/


    [Refrão x2]
    Todos no caminho à procura da verdade,
    muitas nuvens juntas dão sempre uma tempestade/
    os dias nunca param porque o tempo não espera,
    por mais que tentes já não voltará ao que era/



    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  10. #10
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Abstenção (a.k.a. "povo Unido")
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    [Avó de Sam The Kid (samplado)]
    Ele em mim não manda nada
    porque ele é um ordinário que não presta pra nada
    pra mim...
    Mas digam-lhe isso a ele mesmo,
    ele pra mim não conta pra nada porque ele é uma *****
    Ele não percebe nada disto...
    Ele só está aqui pa carregar ordens...
    Mandar? não. Trabalhe!

    [Bridge x3 (samplado)]
    O povo, unido,
    jamais será vencido/

    [Verso 1]
    Yeah, não sou licenciado nem recenseado,
    com paciência, há-de aparecer alguém credenciado, com
    moral/
    Que me faça votar, me faça lutar, me faça notar,
    e faça esgotar a campanha eleitoral/
    Por enquanto é só comédia, many manipula os média,
    que se excedem a assustar o nosso povo com medo/
    Eu não voto, eu boicoto, mas crio as horas nocturnas,
    sei qu'é o meu futuro, mas não vou acordar cedo/
    Pa pôr um voto nulo ao eleger um chulo ou um cherne,
    ou quem governe só com charme mas num mês dá um
    terno/
    e tropeçam, mal começam quando quebram a promessa,
    não me peçam interesse, vocês não se interessam/
    Eu não preciso de reflexão eu já, tou decidido,
    eu só voto na verdade e não a vejo em nenhum partido/
    A minha previsão é o privilégio garantido,
    para um puto no colégio "onde é que tá'lgum
    conhecido?"/

    [Refrão 1]
    E eu sou - a percentagem qu'a sondagem nunca mostra,
    eu sou - a mente exausta da miragem mal composta/
    eu sou - a indiferença e a insatisfação,
    eu sou a anti-comparência, eu sou abstenção/

    [Verso 2]
    Pra muitos é defeito, é de facto imperfeito,
    e o respeito vem de fato pó eleito logo/
    Pra mim é mais um cromo que só me vai dar um défice,
    só me vai dar a fome quando eu só quero é peace/
    e ó lefice, aperta esse apelo, é só loi-no não sou
    boi, eu sou,
    conforto no aborto de liberdade de escolha, mas só/
    oiço é palavras sem acção, ponham uma rolha,
    e acabem co'a brincadeira, putos arrebenta a bolha/
    A linguagem não é crua e tendo mais remorsos,
    e eu nunca vos vi na rua a não ser em arredores/
    ou d'urso, o discurso é coincidência,
    todos querem presidência pa ter nova residência/
    É a minha impressão, o meu desabafo,
    neurónios memorizam na televisão toda a cafe e o
    staff/
    limpa-vos a boca dos beijos que não convencem,
    vocês vencem, já não pertencem ao povo, pensem um
    pouco/
    E comecem do início, de novo,
    alterem e tirem ("o sacrifício do povo")/
    E eu devolvo a indiferença pa foder partidos e
    blocos,
    eles é que tão em alta, a gente anda aqui a contar
    trocos/

    [Refrão 1]

    [Refrão 2]
    Tu és - justiça postiça que nos pisa a voz,
    é o que nos diz a pesquisa dos bisavós/
    Alguns dizem qu'o povo unido,
    não será vencido e aí não duvido/

    [Bridge x2 (samplado)]

    [Avó de Sam The Kid (samplado)]
    O meu pai era um homem inteligentíssimo
    não devia nada a estes cabrões deste filhos duma
    ****...
    porque é qu'eles estudaram e eu não estudei?
    porque é qu'eles têm mais estudos do que eu?
    ai não sabes... porque já os pais deles eram mais
    ladrões qu'o meu.

    [Interlúdio do album - entrevista (samplado)]
    [Jornalista] E temos também aqui algumas pessoas que
    trabalham dentro da prisão
    e ainda não tiveram oportunidade de trabalhar lá
    fora.
    Quando vê os seus colegas todos os dias saírem,
    fica com vontade também de sair?
    [Entrevistado] É assim, eu fico com vontade de sair só
    que a minha situação
    é diferente da dele porque eu não sei se vou poder
    beneficiar do ravé
    porque a minha pena é pequena e falta-me pouco tempo
    mas é bom, é bom ver isto e é bom que mais meus
    companheiros
    qu'aqui estão e têm penas maiores possam beneficiar
    disso
    e tanto, temos estado a ver pelas, as pessoas,
    as celebridades que tão aqui hoje:
    a ministra da justiça, o sr. presidente da câmara de
    Sintra...
    [Jornalista] Mas não fica com um pouco de inveja todos
    os dias quando os vê sair?
    [Entrevistado] É assim, não podemos, não podemos ir
    por aí,
    não podemos utilizar esse termo de inveja
    porque é bom isto acontecer porque além do mais
    deles começarem-se a reinserir na sociedade, tão a
    começar a despertar,
    tão a começar a acreditar qu'existe outra coisa, que a
    vida é boa
    e a gente vem, vem dum... támos habituados a um mundo
    de lá de dentro,
    que é totalmente diferente deste...
    e sendo assim, a gente consegue começar a ter mais
    expectativas,
    começar a aproveitar melhor a vida.




    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  11. #11
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Auto de fé
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    Diz-me porque é que tens que fazer o que é suposto ser
    correcto,
    se toda a gente à tua volta disfarça o afecto/
    Essa máscara que tu usas pode dar bom aspecto,
    mas na melhor das hipóteses só revela falso intelecto/
    Eu sei que foi assim que te ensinaram a viver,
    não me venhas dizer que é assim que eu tenho que fazer/
    Mostras um sorriso quando sentes tanta dor,
    dizes que tá tudo bem, eu noto um tremor/
    Nesses olhos mais expressivos do que mil frases,
    vejo frustração em tudo aquilo que tu fazes/
    Vives em função da opinião de alguém,
    que provavelmente nem conheces muito bem/
    Em 2000 anos de erros calculados,
    o hábito não fez o monge, apenas homens falhados/
    Crimes são perpetuados,
    num mundo bem real onde não cabem anjos alados/
    Essa moral que não praticas mas edificas,
    há-de fazer contas contigo pelas vidas que complicas/
    Pára para pensar no verdadeiro crime,
    quando matas à nascença um sentimento tão sublime/
    Como a semente de paixão que tanto negas,
    se não praticas o que pregas, de que valem essas regras?/
    Piadas de mau gosto para os teus colegas,
    segue o coração, não a razão que não sossegas/


    [Refrão - Sam The Kid]
    Tu só fazes - o suposto correcto,
    pa dar um bom aspecto, a quem te vir/
    Tu só me dás - a fé do teu voto,
    mas no teu olhar noto, tu tás a mentir/
    Tu és - frustração, não tens, um alicerce,
    então, segue o coração e pensa no meu verso/
    Tu és - o pecado, o amor é um vício que ofende,
    então, volta ao início e aprende/


    [Verso 2 - Sam The Kid]
    Tu és o palco do cinismo, és o falso moralismo, que eu calo,
    és a censura que ainda atinge o teu alvo, antigo/
    Diz-me o que é mau pra ti, que julgas o que eu pratico,
    mas por trás, és capaz, de ser alguém que alguém critique/
    Tu és o medo de uma escolha que não esconde nada,
    no teu silêncio da vergonha que é condenada/
    Por ti, ordenada por quem,
    quando nada é assim, onde nada e ninguém/
    Tão aplicados em ser perfeitos numa beauty shop,
    tu escondes os defeitos, não és puro, és PhotoShop/
    Tens atracção, pela traição, que é tão ingrata,
    és um racista que ama a neta mulata, cresce/
    O mundo é belo com cores então vai, goza,
    sem o sorriso amarelo da revista cor-de-rosa, tá bem/
    Não vivas em função da reacção, que tanto te empenha,
    és um voto contradito em Espanha/
    Venha, mais uma barriga prenha, tire a próxima senha,
    e seja bem vindo à hipocrisia/
    Que eu vejo no teu protesto, tu nem sabes quem és,
    tu tenta lá ser honesto, o resto, do dia/


    [Refrão - Sam The Kid]
    Tu só fazes - o suposto correcto,
    pa dar um bom aspecto, a quem te vir/
    Tu só me dás - a fé do teu voto,
    mas no teu olhar noto, tu tás a mentir/
    Tu és - frustração, não tens, um alicerce,
    então, segue o coração e pensa no meu verso/
    Tu és - o pecado, o amor é um vício que ofende,
    então, volta ao início e aprende/


    [Outro]
    Yeah boy, tu és a hipocrisia em pessoa, man
    tu és a verdadeira definição de contradição
    vê lá se aprendes, man tens um espelho?
    vai ao confessionário, man
    Yeah




    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  12. #12
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    B.I.
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    Sou como um puzzle mas falta-me uma peça que completa
    Encarar situações com uma atitude incorreta
    Momentos vazios e o silêncio é que ocupa
    Não ajuda um puzzle que por nada se agrupa
    A dica certa vem na forma de uma frase
    Pode ser que fique ou pode ser que vaze
    A nova fase que exprime o adiamento
    Teve ca desculpa com um comprimento
    tchau fica bem até qualquer dia
    O que eu queria era apenas companhia
    E não sabia quais eram aquelas razões
    Apenas estar calmo sem segundas intenções
    Não sei porquê não consigo ter um dialogo
    Aquilo que eu procuro não vem em nenhum catálogo
    A verdade é que eu sou um puto lento
    Se tivesse um desejo era ler um pensamento
    P'ra não me iludir e cair em ratoeiras
    Ter algum interesse quando podem ser traiçoeiras
    Mil maneiras, mas o meu estado é zero
    Não gero situações mas sei o que eu quero

    [Refrão]
    Beleza interior, natural, com sabor
    A espontaneidade que se torna muito superior
    Ao reflexo de um vidro que reflete uma fase
    Expressões atraentes numa mente com classe

    E nunca acabasse o conteúdo da fonte
    Distribuindo amor através de uma ponte
    Simbolizando a distância de maneiras de ser
    O oposto atrai sempre à procura do prazer
    Físico, mental e até espiritual
    A importância do momento e até do local
    Sou fraco no coro onde sócios são craques
    Consigo ver amizades quando o jovem vê buracos
    Nessas amizades ou no amor platônico
    Eu nesse aspecto sou daltônico
    Fico tranqüilo, não me queixo ao ouvido da parede
    Solto a maior parte do peixe que cai na rede
    Não quero nem tenho a fama de garanhão
    Furar damas sem ter o mínimo de atração
    ****-se parece que é obrigação
    Tipo uma competição tipo bifas no verão
    A fazerem coleção de orgasmos de uma só nação
    A perspectiva é de levar uma recordação
    E ao som de uma canção shots trazem a tesão
    Representando a tuga na forte penetração
    Esperem, não me interpretem mal
    Eu não sou assim, sou o oposto total
    Eu penso quanto dura um corpo, quanto dura uma mente
    Qual deles dura mais tempo
    Tenho que dar o bom exemplo à semente
    Sou consciente , pensavas que era diferente
    E vou ser pra sempre, até que não esteja vivo
    Desculpa lá se sou uma beca mais seletivo

    [Repete Refrão 2x]

    Com classe... Com classe...
    E nunca acabasse...
    Yo, é mesmo assim, yo

    Cota Isabel manda B.I.
    É mesmo assim, a dama Carla manda B.I.
    A dama Liliana sabes que manda B.I.
    Mana Catarina sabes que manda B.I.
    Avó Guilhermina sabes que manda B.I.
    Avó Custódia sabes que manda B.I.
    Tanta dama aí que manda B.I.
    É mesmo assim, manda B.I.

    [Repete Refrão 1x]





    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  13. #13
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Beleza Artificial
    Sam The Kid
    Composição: Sam The Kid & Valete

    Bem servidas de peito, com uma peida frenética
    São modelos femininos de bombas genéticas
    Investem no corpo pra se sobrepor ao intelecto
    Por isso têm o cérebro torto e deixam sempre o peito
    aberto
    Quando usam micro-saias querem toda a gente atenta
    Na rua ou no centro desfilam sempre às horas de ponta
    Todos dão conta, man, e qualquer homem esquenta
    Se não for pra ser montada pra que é que serve uma
    jumenta?

    Tudo o que elas são está por baixo duma cueca
    O que é que diz uma peida que fala? *****
    O corpo é tudo então não pode ficar parado
    O cérebro é frustrado, anda sempre desempregado
    Mediocridade incorporada numa obra de arte
    Elas nunca existirão segundo Decartes
    Mamadeiras, vazias como a minha carteira
    Safam-se no mercado do emprego porque conheceram o
    Taveira

    Aqui ou acolá, cena tá toda má
    Bué da muchachas na cabeça só têm caca
    Já disse, assim não dá, sai do meu habitat
    Porque tu não dizes nada, apenas blabla
    Aqui ou acolá, cena tá toda má
    Bué da muchachas na cabeça só têm caca
    Já disse, assim não dá, sai do meu habitat
    Porque tu não dizes nada, apenas blabla

    É a nova geração, sempre na exibição
    Querem fama, depois da fama levam é difamação
    Só sabem dizer que sim e concordar com o que disseres
    Nunca lêem livros, têm muitos caracteres
    Não são mulheres, são pedaços de carne à paisana
    Filhas da cultura pimba, Tv, lixo é o programa
    São acolhedoras damas com uma peida que abana
    E têm forma humana porque Deus também se engana

    Manos vivos pegam nelas man, pinote e nada mais
    São jogos de treino, nunca chegarão a oficiais
    A pachacha delas está disponível como um escuteiro
    É como uma discoteca gratuita sem porteiro
    Até descamisados entram, não há censura
    Euros é como BSE, deixa-as na loucura
    Fisico-predomínio, declínio do raciocínio
    Se só existisse amor platónico casavam com babuínos

    Aqui ou acolá, cena tá toda má
    Bué da muchachas na cabeça só têm caca
    Já disse, assim não dá, sai do meu habitat
    Porque tu não dizes nada, apenas blabla
    Aqui ou acolá, cena tá toda má
    Bué da muchachas na cabeça só têm caca
    Já disse, assim não dá, sai do meu habitat
    Porque tu não dizes nada, apenas blabla

    Yo, beleza exterior, natural, com sabor
    A-se-não-fores-lavar-essa-*****-já-vai-criar-bolor
    Yo, refiro-me ao teu crânio, o teu corpo tá bom
    Não passas um dia sem a magia do teu baton
    Tens um cenário de cuarra quando te abanas ao som
    Vens ter comigo, dou-te barra, agora já sou barron?
    Yo, tá-se bem, dá-me estiga, chama-me o que quiseres
    Eu não procuro affaires, vai ter com os teus
    chauffairs
    Porque eu não tenho bote nem chicote, então
    desapareces
    Sou eu que não te mereço ou és tu que não me mereces?

    Ninguém vê o fim dos teus buracos mas memo assim não
    te atemorizes
    Nós não vamos por aí, os nossos caralhos têm
    vertigens

    Os pensamentos medíocres que só querem que tu lucres
    Todos os dias novos looks, hoje à noite é p'ó Lux
    Onde apanhas grandes mocas, com vodkas e brocas
    E tocas em cocas, sufocas, convocas o sexo a quem
    provocas
    Com tantas polaroids já te dói os olhos
    Não queres os quarta-classe boys, queres é monglóides
    Há praí aos molhes, és tu que escolhes
    Destróis casamentos como homens fossem toys
    Entra, mira, mira, gala, gala
    Com tantos implantes encontro os cantos da sala
    Adoras palação, que o teu damo te defenda
    A provocares os outros com esses teus griffes de renda

    Para não ficar traído com o vestido fodido
    Sedução no ouvido em troca de um apelido
    Tem de ser alguém querido, de preferência um senhor
    Mas eu não vejo cupido então não pode ser amor

    Aqui ou acolá, cena tá toda má
    Bué da muchachas na cabeça só têm caca
    Já disse, assim não dá, sai do meu habitat
    Porque tu não dizes nada, apenas blabla



    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  14. #14
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Cagando Pra Toda A Gente
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    cagando pra toda a gente
    cagando pa toda a gente

    mete essa ***** bem alto
    estejas no cubiclo, em casa ou no bote yo

    ham ham ham ham ham

    hip hop tuga
    yo e memo assim yo sente o bit
    ham ham yo

    acordo com gritos, prós pais eu tou grato
    no meu quarto dias mato ou na rua que eu capto.
    mais informaçao que a televisao me fornece
    o que e que eu vou fazer hoje, eu vou fazer o que me
    apetece
    ou seja nada, na visao do teu sermao
    ja nao tenho a noçao do meu tempo em presisao
    a minha profissao ainda ta no embriao
    dedicaçao e a chave para a evoluçao
    parado, reformado, style é o estado
    respeitado mas esquecido como o fado
    quando das-me o sarcasmo, fazes-me mudar esse senso
    intenso imenso
    e quando eu falhar compenço
    nao tenho diploma, falhado e o sintoma
    mas continuo humano, como genoma
    talvez um dia irei a roma
    com a minha boca, a força e pouca
    ela nao canta, solta a garganta e grita
    ai ai
    um gregorio de emoçoes
    quem es tu para julgar todas as minhas decisoes
    nao sintas o odio, sente apenas celebraçoes
    sencaçoes, contidas vividas em muitas verçoes
    vamos por partes evita desparates, o que tu fazes e
    conversa facil, como engates, em boates
    eu fasso falta como um alicate, (s)em super mercados
    com trabalhos acabados
    yo respeita
    seguras bandeiras, torturas orelhas
    tens o poder de polas vermelhas, quando nomeias quem
    odeias
    socio para porque a minha ja ta quente, mas eu
    sinceramente tou ...
    cagando pra toda a gente

    mesmo que na vida eu nunca seja ninguém...

    o que e que tem, dizme que mal tem
    mesmo que o que faça, nao o faça sempre bem
    o que e que tem dizme que mal tem
    mesmo que o meu talento nao seja nada do alem
    o que e que tem dizme que mal tem
    nao olhes so pros outros olha para ti tambem
    e so ai e que vais ver de onde o mal vem

    nao presiso de holofotes, pa mostrar dotes, e bom que
    anotes, nao pouso pas fotos rimas sao shots fortes,
    como scotch, vamos a votos para ver quem e o que, sam
    the kid nao decide
    quem decide e voce
    escolha voce, mas nao me meta num museu
    promoçao gratuita, na condiçao de nunca ser eu
    mais um cadaver ambulante semelhante a varios
    mente ignorante, diante de sonhos milionarios
    ouhh...
    muitos meios pra tentar ter fins
    mas productos de imagem nao passam de manequins
    isso nada me atinje
    e aquilo que o povo esquece
    se expontaneo e mete os planos no ass
    nao analiso tudo ao minimo detalhe
    porque quando eu falho
    todos po ******* isto nao e um ensaio
    realidade capturada de uma mente
    sou como tu quando pensas que es diferente
    por isso reflecte moro no 7 mas n é jet
    ta calado faz aquilo que te compete
    segue a tua vida
    segue o meu concelho
    nao fales mal dos outros, ou em casa tu nao tens um
    espelho
    afinal quem e o feio
    quem e o rude
    nao vale a pena teres inveja de uma virtude
    talvez um dia tu percebas, a mensagem que eu quero que
    recebas
    nao me venhas com o que eu digo QUEBAS
    QUEBAS

    dinamicamente empenhado nisto, uma vida entrevisto,
    uma alma eu revisto
    quando assisto, a uma grande preocupaçao, se a vida
    vai boa ou nao
    olha para a tua entao boy


    mesmo que na vida eu nunca seja ninguem

    que e que tem, dizme que mal tem
    memo que o que fassa, nao o fassa sempre bem
    o que e que tem dizme que mal tem
    memo que o meu talento nao seja nada do alem
    o que e que tem dizme que mal tem
    nao olhes so pros outros olha para ti tambem
    e so ai e que vais ver de onde o mal vem

    yo de onde o mal vem yo
    de onde o mal vem
    de onde o mal vem yo
    de onde o mal vem

    vem de ti vem de mim
    vem de todos nos
    quando a arma e a voz

    yo sente eu, cagando pra toda a gente
    yo sente eu, cagando pra toda a gente
    yo sente eu, cagando pra toda a gente



    e memo assim ham ham ham
    cagando pra toda a gente
    yo yo yo
    cagando pra toda a gente
    e memo assim sabes que eu to
    cagando pra toda a gente
    eu nao me importo sabes que eu to
    cagando pra toda a gente
    cagando pra toda a gente

    tome a cagar pra ti
    tome a cagar pra ti
    tome a cagar pra ti



    cagando pra toda a gente



    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

  15. #15
    Avatar de helldanger1
    Registo
    Aug 2007
    Idade
    43
    Posts
    29.633
    Chelas
    Sam The Kid
    Composição: Indisponível

    Em Chelas... em Chelas. Chelas é o sitio, Chelas é o berço

    Chelas, o sítio onde eu moro
    Procuro a verdade e a informação q'eu devoro
    Eu não ignoro , toda a espécie de pessoa
    Oiço uma voz que ecoa na rotina que enjoa
    É sempre a mesma coisa que se vive e que se passa
    E o que mete graça é que não há nada que se faça
    Queres droga vai à praça
    É assim o sistema
    Porque isto é real não confundas com cinema
    Tempos tao mudados, nomes sao alterados
    Mas olhos continuam sempre atrás dos cortinados
    E ficam na janela se for preciso uma noite inteira
    Enquanto isso o filho rouba-lhe o dinheiro da carteira
    Aqui não podes ser otário , tu tens que ser bem vivo
    E tem cuidado com o monarca do distintivo
    A cara podre é o escudo que faz a distância
    Quuando ele se quebra não existe a tolerância
    Respondo e pergunto, não escondo o assunto
    Disfarce á parte pondo o sincero mais junto
    O jovem sonha de perder a realidade medonha
    Trabalho tras preguiça , preguiça trás vergonha
    De onde é que vem a censura que eu não vejo o sensor
    Porque o que eu aprendi é que o talento não tem côr
    Mostra-me a verdade que tu revelas
    Porque a minha tu sabes que vem de Chelas

    Refrão :
    o sitio onde eu moro o sitio onde eu vivo o sítio onde eu páro e
    fico pensativo,

    Chelas !! , Chelas !! Chelas !!
    (X 2 )

    Os dramas sao vários com problemas diários
    Se és falado por trás então caga nos comentários
    Porque eu tenhu um arsenal de despreso
    E tu não ves o teso indefeso porque sentiu o meu peso
    Consciente do Oriente pa tuga directamente
    yoh acorda e sente a brisa porque a rua é ezigente
    a minha inspiraçao surge numa noite escura
    na minha rua nem a passadeira é segura
    E queres sabe-la? é Manuel Teixaira Gomes,
    É onde eu vivo e onde conheci muitos nomes
    Uns bazaram outros baicaram mas ficam...
    Na memória daqueles que não complicam
    A variadade predomina há de tudo um pouco
    Do consciente ao louco
    Do que fighta ... ao que fighta com soco
    Cuidado com o cusco.
    Atento porque manca qualquer movimento brusco
    Chelas tá no sangue Chelas tá no genes
    Imagem tá igual , banda sonora , sirenes
    Vejo pitas confusas com tusas constantes
    Naquela que o sexo vai fazer delas mais importantes..
    Mais elegantes..
    Mas não esse é o resultado
    Inexperiência faz ela cair em quuaker corvo, coitado
    Eu penso que se ela fosse minha mana
    Curtia que abrisse mais a pestana


    O sitío onde eu moro o sitío onde eu vivo o sitío onde eu páro e
    fico pensativo..

    Chelas !... Chelas !... Chelas !...
    (X 2 )

    Sitío divido em zonas com letras do alfabeto
    Zonas divídas em lotes com mau aspecto
    Chibaria em todo lado , tem cuidado
    Ambiente pesado para um mal habituado
    Pitas querem ser senhoras , senhoras querem ser pitas
    Tão bonitas cuidado é quem tu imitas
    Os putos de hoje tambem querem crescer mais depressa
    Mas quando crescem sabem que o tempo não regressa
    Dá tempo ao tempo. um dia vais perceber
    A vida é fodida mas tenta vivê-la com prazer
    Mesmo que custe ao menos faz a tentativa
    Tentar galar o mundo com outra prespectiva
    Muitos feitios uns quentes outros frios
    Alguns não se mexem outros aceitam desafios
    Sem atrofios apenas opiniões
    Fazem comparações sem nenhumas instrucões
    Confusão nocturna num prédio silencioso
    Agitaçao mental quando a zona está em repouso
    Reflexão da vida enquanto acendo um porro
    É aqui que eu nasço é aqui que eu morro

    O sitio onde eu moro o sitio onde eu vivo o sitio onde eu páro e
    fico pensativo


    Chelas !... Chelas! Chelas!... (x 3 )
    Chelas !... Chelas! Chelas!... (x 6)
    Chelas é o sitío , Chelas é o berço (x 2)





    Todos os artigos por mim postados, estão hosp na própria Internet,Qualquer arquivo protegido deve permanecer,no máximo, 24 horas em seu computador. - Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou comprá-lo apos 24 horas. - A Aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade do usuário.

Página 1 de 4 1 2 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar