Um pai de idade mais avançada aumenta o risco do seu filho ter doença bipolar, dizem investigadores suecos num relatório publicado no Archives Df General Psychiatry.

A descoberta é fruto de uma investigação com um vasto leque da população, mas que concorda com um estudo anterior sugerindo que DS homens mais velhos têm um risco acrescido de dar origem a nadosmortos, abortos, e a crianças com esquizofrenia, cancro e autismo.

A teoria que liga a idade paterna com a saúde das crianças baseia-se na genética do envelhecimento das células do esperma. Estas, que acumulam mutações à medida que o homem envelhece, dividem-se até 660 vezes e, com cada divisão, aumenta o risco de desenvolverem mutações prejudiciais.

Uma vez que o número de óvulos já está estipulado na altura do seu nascimento, cada um dos quais já se dividiu apenas 23 vezes, as mulheres não correm esse risco. Contudo, enfrentam o de terem filhos com o slndrome de Down.



Fonte:: ScienceNews/S &L