Combates entre tribos rivais ocorridos domingo no sul do Sudão causaram mais de 160 mortos, entre os quais grande número de mulheres e crianças, anunciou hoje um responsável da ONU.
"Temos informações sobre a morte de mais de 160 pessoas, entre as quais se encontra um grande número de mulheres e crianças", disse aquele alto responsável que não quis ser identificado por não estar autorizado a falar aos «media».

Os confrontos ocorreram domingo na região de Akabo no Estado de Jonglei, adiantou a mesma fonte, que falava em Juba, capital do sul do Sudão.

Diário Digital / Lusa