O maior acelerador de partículas do mundo não vai voltar a funcionar pelo menos até Novembro, anunciou esta terça-feira um porta-voz do CERN (Laboratório Europeu de Física de Partículas), citado pela EFE.
jn