Os comandantes militares americanos no Afeganistão afirmaram ao enviado do presidente Barack Obama à região que não têm tropas suficientes para fazer seu trabalho, informa o jornal New York Times.
O jornal destaca que os comandantes se reuniram no fim de semana com o enviado Richard Holbrooke, que percorreu os quatro centros de comando regionais norte-americanos no Afeganistão nos últimos dois dias.

Os quatro comandantes militares indicaram que, apesar dos últimos reforços terem melhorado a situação no sul, o número de oficiais permanece abaixo do necessário.

A força norte-americana no Afeganistão tem actualmente 57.000 soldados. O NYT afirma não ter obtido pormenores sobre o número de soldados adicionais solicitados.

A avaliação dos comandantes foi feita no momento em que o principal comandante militar norte-americano no país, general Stanley McChrystal, trabalha numa vasta revisão da estratégia.

O general está particularmente preocupado com a região leste do país. No domingo, na base de Bagram, o major Curtis Scaparotti informou Holbrooke de que a rede rebelde Haqqani continua em expansão.
DD.