Segundo estudo da DECO

As contas-ordenado permitem poupar dezenas de euros por ano, sobretudo quando movimentadas pela Net. Segundo um estudo da DECO, é possível economizar até 240 euros.

A Dinheiro & Direitos de Setembro analisou as contas correntes e ordenado de 19 bancos e concluiu que as últimas ficam mais baratas.

Isto porque, regra geral, estão isentas de despesas de manutenção e muitas nem cobram a anuidade dos cartões. Usar a Net e o telefone, para movimentar a conta, compensa. Além de mais cómodos, estes canais permitem uma poupança, em média, superior a 50% face ao balcão.

Também através do telefone ou o Multibanco pode poupar. “No último, consegue fazer algumas das operações da Net, por um valor igual ou inferior ao praticado ao telefone ou balcão”, sublinha a DECO.

As contas-ordenado disponibilizam um crédito automático. Mas a utilização deste tem custos imediatos. As TAEG das instituições analisadas oscilam entre 10,3%, no Santander Totta, e 27,4%, no Banif.

“Embora o montante usado seja coberto no prazo máximo de 1 mês, quando é depositado o salário seguinte, em regra, paga-se sempre juros”, alerta a mesma fonte.

Deco disponibiliza simulador de contas à ordem a todos os visitantes do portal

Para poupar dezenas de euros por ano, até 8 de Setembro, a DECO PROTESTE abre as portas do simulador das contas à ordem a todos os visitantes do portal.

Este último indica qual a conta á ordem mais barata para os diversos canais de contacto com o banco (balcão, telefone e Internet), consoante o seu perfil de cliente.

Jornal de Negócios