Muitas famílias ficaram separadas em 1945 após a divisão da península.
As reuniões, primeiras em dois anos, acontecerão no final de setembro.

Estas reuniões familiares, as primeiras em dois anos, acontecerão de 26 de setembro a 1 de outubro, sob a égide da Cruz Vermelha, destacaram os dois países em um comunicado, no terceiro dia de negociações intercoreanas.

A Coreia do Norte aceitou, em 17 de agosto, a retomada das viagens entre as duas Coreias, a flexibilização dos controles das fronteiras com a Coreia do Sul e o aumento do número de encontros familiares.

Muitas famílias ficaram separadas em 1945 após a divisão da Península em dois e, posteriormente, durante a guerra da Coreia (1950-53).

As duas Coreias concordaram em escolher 100 pessoas de cada lado da fronteira para autorizá-las a verem seus familiares.

G1