Em véspera de reunião do BCE

As taxas interbancárias voltaram a cair hoje, na véspera de nova reunião do conselho de governadores do Banco Central Europeu, para a decisão mensal sobre as taxas de juro na Zona Euro.

Não se espera que o presidente da instituição sediada em Frankfurt anuncie uma alteração da taxa de juro de referência, que se mantém inalterada em 1%, apesar da melhoria das perspectivas económicas para os países que partilham o euro.

Assim, as taxas Euribor, que servem de indexante à maioria dos créditos à habitação em Portugal, mantêm a sua rota descendente fixando novos mínimos históricos. A Euribor a 3 meses recuou hoje para 0,813%.

A Euribor a 6 meses, o indexante mais utilizado nos empréstimos para a compra de casa em Portugal, fixou-se ontem nos 1,078%, enquanto a Euribor com a maturidade mais longa, a 12 meses, recuou para os 1,300%.

Jornal de Negócios