A gravidez, para além de mudar tudo numa mulher, muda também algumas características físicas, inclusive o cabelo. Algumas mulheres experienciam um cabelo mais forte, mais brilhante, enquanto outras descobrem que a sua bela cabeleira pode passar a ser um cabelo mais mortiço e mais fino.

Se pertence ao grupo das grávidas sortudas que sente que o seu cabelo está mais forte e brilhante, saiba que isso surge devido a um aumento do estrogéneo no seu corpo. A hormona do estrogéneo estimula os folículos capilares levando o cabelo a crescer e a deixar de cair. Um aumento do estrogéneo também revitaliza o metabolismo, o que provoca um aumento do fluxo dos nutrientes, quer à barriga em crescimento, quer ao couro cabeludo. Adicionalmente, durante a gravidez, a mulher come mais saudavelmente e toma doses maiores de vitaminas o que pode levar a um corpo e a um cabelo mais saudável.

Se a sua cabeleira parece ter mudado de textura, de lisa a encaracolada, de cheia a mais rarefeita, ou para muito lisa, isto é porque as hormonas da gravidez estão a afetar a estrutura do cabelo. As hormonas da gravidez chegam ao córtex cerebral que é responsável por dar ao cabelo o seu “design”: encaracolado, liso... e também pela sua elasticidade.

Por isso, em vez de tentar enfrentar estas mudanças, aprenda a conviver com elas. Invista em acessórios engraçados para o cabelo: bandoletes, ganchos, acessórios elegantes… em vez de estar sempre a correr para o salão de cabeleireiro para cortar as pontas.

Se o seu cabelo passar de liso a encaracolado, invista em produtos que dêem ênfase aos caracóis e não se iniba de os mostrar em toda a sua glória. Se por outro lado não gosta do aspeto frisado do cabelo, invista em produtos alisadores, como mascaras alisadoras. Se o cabelo está muito liso, então invista em produtos que dêem volume ao cabelo, especialmente na raiz, e pergunte sempre ao seu cabeleireiro truques e recomendações de produtos de fácil aplicação e livres de químicos, para que possa no dia-a-dia retocar o seu cabelo sem grandes dificuldades.

Para manter o seu cabelo e o couro cabeludo em boas condições faça uma massagem de aromaterapia de 15 em 15 dias. Para tal, coloque algumas gotas de óleos essenciais em meia chávena de óleo vegetal. Os óleos essenciais seguros de usar durante a gravidez são: lavanda, sândalo, ylang ylang e patchouli. Massaje o couro cabeludo e as pontas do cabelo e depois envolva o seu cabelo numa toalha aquecida e relaxe entre 15 a 30 minutos, ou mais se achar que o deve fazer.

As grávidas que sofrem de grandes enjoos, ou que têm maus hábitos alimentares e começarem a ter cabelo menos saudável, devem ver isto com um aviso de que não estão a tomar conta de si e da sua gravidez da melhor forma, pois não estão a dar ao corpo os nutrientes suficientes, especialmente ferro. Uma deficiência de ferro, por mais pequena que seja, leva o cabelo a ficar mais seco, quebradiço, baço e mais claro. Se isto acontecer, comunique-o ao seu médico assistente de imediato.

Depois do bebé nascer, não fique surpreendida se o seu belo cabelo brilhante e espesso ganho durante a gravidez começar a cair. Muitas mulheres experienciam este aumento da queda do cabelo cerca de 3 a 6 meses depois do parto. Este tipo de acontecimento é apenas um sinal de que o corpo se está a ajustar à nova realidade: as hormonas estão a voltar ao normal. Poderá demorar alguns ciclos de crescimento (podendo durar alguns anos) antes de seu cabelo recuperar a sua textura normal, especialmente se tiver um cabelo mais longo.

Todos os tipos de corpos e cabelos reagem de forma distinta a uma gravidez, por isso, tente não se preocupar muito com isso, pois cada caso é um caso, e na maioria das vezes é apenas um caso temporário.




Fonte:De Mae para Mae