Salas de conversação vigiadas. Blogs apagados. Sites bloqueados. Motores de busca restringidos. Pessoas presas apenas por publicarem e partilharem informação.

A Internet é uma nova fronteira na luta pelos direitos humanos. Os Governos – com a ajuda de algumas das maiores empresas de Internet e Telecomunicações do mundo – têm tentado restringir a liberdade de expressão...

Apresentação da Campanha

A Internet é um meio extremamente importante para a partilha de ideias e para o exercício do direito à liberdade de expressão em geral. Com um raio de difusão que abrange todo o mundo, a informação atravessa o globo em minutos e chega a todos que a quiserem consultar.

No entanto, têm vindo a aumentar os esforços para controlar este espaço de troca. Os relatos de repressão através da internet chegam de países como a China, o Vietname, a Tunísia, o Irão, a Arábia Saudita e a Síria. As pessoas são presas simplesmente por criticarem o seu governo, apelarem à democracia e a uma maior liberdade de imprensa ou exporem os abusos aos direitos humanos usando a internet.

Mas não são apenas os Governos os responsáveis. As grandes empresas de telecomunicações têm ajudado com a construção de sistemas que permitem a vigilância e a censura. Empresas como a Yahoo! forneceram os dados dos seus utilizadores às autoridades chinesas, tornando possíveis casos de detenção ilegal. A Microsoft e a Google têm cumprido com exigências governamentais de censurar activamente utilizadores chineses.

A repressão através da Internet não é um problema dos países menos desenvolvidos ou com regimes ditatoriais. Num espaço que é de todos, o problema da repressão através da internet deve preocupar-nos a todos.

A liberdade de expressão é um direito fundamental. Devemos todos lutar para o proteger.


APELO

Junte-se a nós e assine o nosso apelo à liberdade na Internet

“Acredito que a Internet deve ser uma ferramenta para a liberdade política, não para a repressão. Todos temos o direito de procurar e receber informação e de expressar pacificamente as nossas crenças online sem medo ou interferências.

Apelo aos governos para que acabem com a limitação indevida da liberdade de expressão na Internet – e às empresas para que deixem de os ajudar.”

pledge | irrepressible.info

SOBRE O APELO

Uma delegação da Amnistia Internacional entregou em mão uma petição com 50 mil assinaturas em Novembro de 2006, no Fórum de Governança da Internet (IGF) em Atenas, perante uma audiência composta por governos e empresas de todo o mundo.

À medida que o processo da IGF avança, também avança a luta da Amnistia Internacional em nome da liberdade de expressão online. Irrepressible.info vai continuar a recolher assinaturas para o apelo e a usá-las na sua campanha contra a repressão através da Internet.

Quantas mais pessoas assinarem, mais alta se ouve a nossa voz. Por favor, leia, assine e divulgue.

Fonte: cRaZyZmAn