Empresários e elementos do governo angolano depositaram mais de 70 milhões de euros no Banco Privado Português (BPP), muitos deles têm aplicações superiores a um milhão de euros, refere o Correio da Manhã esta terça-feira.
As poupanças foram captadas pelo escritório do banco na África do Sul «e canalizadas para Produtos de Retorno Absoluto com garantia de capital», detalha a mesma fonte.

À semelhança dos restantes depositantes, «os investidores angolanos têm os seus investimentos congelados desde Dezembro de 2008», acrescenta o matutino.



dd.