Um grupo anti-prostituição no México está a tentar impedir a produção do filme «Memories Of My Melancholy Whores», baseado no último romance de Gabriel García Márquez (editado em Portugal sob o titulo «Memórias das Minhas P*tas Tristes»), argumentando que a película irá promover a prostituição infantil e a pedofilia.

O produtor Ricardo del Rio, citado pelo jornal «The Huffington Post», desvaloriza as acusações, que diz serem «imprecisas e injustas». Mas, sobre a rodagem, que deveria arrancar já em Outubro, Del Rio revelou que as filmagens vão ser adiadas uma vez que o estado mexicano de Puebla decidiu cancelar o financiamento da película.

«Eles estão a censurar um filme antes de se ele ser feito, sem conhecerem o argumento ou a visão do realizador», concluiu.

A produtora Raquel Guajardo também já fez saber através de um comunicado que não tenciona desistir do projecto e diz não ter dúvidas de que este filme «vai despertar um debate muito interessante, que nos vai fazer crescer enquanto sociedade».

«Memories Of My Melancholy Whores» conta a história de um solteirão que decide presentear-se com uma noite de amor louco com uma adolescente virgem aquando do seu 90º aniversário.

iol