1. #1
    Avatar de migel
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    59
    Posts
    15.631

    Padrão Cancro colo-rectal mata 2500 pessoas por ano

    Cancro colo-rectal mata 2500 pessoas por ano

    O rastreio do cancro colo-rectal poderá abranger todo o território dentro de dois anos, permitindo detectar casos numa fase inicial, quando a doença, que mata 2500 portugueses por ano, é "completamente curável", segundo a Liga Portuguesa Contra o Cancro.
    Cancro do Cólon, a experiência de uma doente e a opinião médica.
    Neste tipo de camcro, os restreios "podem fazer diminuir a mortalidade, no espaço de cinco anos, em 30 por cento", disse hoje à Lusa o presidente da Liga, Vítor Veloso, no dia em que se assinala o dia europeu da luta contra o cancro do cólon.
    "Esperamos que dentro de dois anos a implementação do rastreio do cancro do colo-rectal seja uma realidade a nível de todos os portugueses para detectar situações precoces", afirmou.
    Vítor Veloso referiu que "o cancro do cólon, tal como acontece com o cancro da mama, quando detectado numa fase inicial é completamente curável", acrescentando que, "numa fase mais tardia, é tudo muito mais difícil e a mortalidade é muito maior".
    "Se juntarmos a parte digestiva toda, em relação ao homem este tipo de cancro é aquele que mais mata", especificou.
    Em Portugal, a despistagem "ainda não está completamente implementada" e "ainda não há rastreio devidamente coordenado nem estruturado".
    No entanto, o Ministério da Saúde já tem a decorrer experiências piloto em alguns pontos do país, incluindo dois no norte e dois no sul. Na região centro a situação é diferente e o rastreio abrange "toda a comunidade".
    A incidência do cancro do cólon tem aumentado, o que tem muito a ver com as alterações nos hábitos alimentares.
    Para Vítor Veloso, os hábitos alimentares dos portugueses "começam a ser maus, sobretudo entre os jovens e pessoas adultas jovens que ingerem poucas verduras, poucos alimentos frescos, comem muitacarne e usam muita fast-food".
    "Isso é altamente prejudicial e contribui indiscutivelmente para que haja uma aumento da taxa de incidência" da doença, apontou o presidente da LPCC.
    Por isso, o responsável insiste na necessidade de optar por "bons hábitos alimentares, evitar sedentarismo, ter peso aceitável e evitar a obesidade".

    Fonte:
    Cump
    Migel

  2. #2

    Registo
    May 2018
    Idade
    29
    Posts
    2
    O cancro do intestino é uma doença evitável e perfeitamente rastreável, com uma elevada taxa de cura, cerca de 90% dos casos, se detetado atempadamente. A nível de diagnóstico falamos essencialmente do rastreio através da pesquisa de sangue oculto nas fezes e da colonoscopia. A colonoscopia é o método mais eficaz de rastreio permitindo também a remoção de pólipos em pleno ato médico.

Tópicos Similares

  1. Consumir aspirina ajuda pacientes com cancro colo-rectal
    Por Grunge no fórum Notícias, Informações e Curiosidades
    Respostas: 0
    Último Post: 12-08-2009, 20:13
  2. Cancro do colo do útero
    Por migel no fórum Consultório de Dúvidas
    Respostas: 1
    Último Post: 06-04-2009, 14:21
  3. Detectar cedo câncer colo-rectal é essencial para tratamento
    Por Matapitosboss no fórum Notícias, Informações e Curiosidades
    Respostas: 0
    Último Post: 07-03-2009, 00:02

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar