Cinco homens acusados de terem participado na organização dos atentados de 11 de Setembro de 2001, nos EUA, vão ser julgados num tribunal criminal de Nova Iorque.

De acordo com a agência Lusa, entre este grupo, que se encontra no centro de detenção norte-americano em Guantánamo, Cuba, está Khalid Sheikh Mohammed, supostamente o cérebro dos ataques.

Os cinco homens foram acusados por comissões militares dos EUA, mas a administração do presidente Barack Obama comprometeu-se com o encerramento da prisão para onde foram levados prisioneiros da chamada guerra ao terror e a realizar os julgamentos dos detidos em tribunais criminais tradicionais.

Apesar desta intenção, alguns dos acusados vão ser julgados em tribunal militar, entre eles Abd al-Rahim al Nashiri, suspeito de ter planeado os ataques de 2000 ao navio de guerra USS Cole, no Iémen.

iol