Autoridades iraquianas informaram que uma explosão no Noroeste do Iraque matou cinco peregrinos e feriu outros 15 que participavam numa celebração religiosa xiita.

A bomba explodiu em Tuz Khormato, a norte de Bagdad, quando os peregrinos se reuniam para celebrarem o último dia de Ashoura, o décimo de luto para os xiitas que assinalam a morte no século VII do neto de Maomé, Imam Hussein.

Os peregrinos foram sujeitos a numerosos ataques de rebeldes que procuram reacender a violência sectária que levou o país à beira da guerra civil há dois anos.

Diário Digital / Lusa