Vila Real, 29 Dez (Lusa) - O Partido Ecologista "Os Verdes" quer que os ministros do Ambiente e das Obras Públicas prestem esclarecimentos sobre a decisão da EDP de não avançar com a construção de uma alternativa ferroviária à actual Linha do Tua, que será parcialmente submersa pela barragem.

Os "Verdes" solicitaram hoje, na Assembleia da República, a presença dos ministros do Ambiente e das Obras Públicas e acusam a EDP de "violar" o caderno de encargos relativo à Barragem de Foz-Tua, "sem que o Governo ponha travão a esta prepotência".

Segundo a imprensa de segunda-feira, a EDP afirmou, num debate ocorrido em Carrazeda de Ansiães, que não avançaria com outra alternativa ferroviária no caso de construção da barragem