Pequim, 01 Jan (Lusa) - Portugal vai apresentar-se na Expo 2010, em Xangai, como "uma praça para o mundo" e "um mundo de energias", procurando ampliar a posição geoestratégica do país ("porta do Atlântico") e a "criatividade e inovação" dos portugueses.

Para o Comissariado-geral de Portugal, a praça representa "o lugar central da vida e actividades urbanas" e, também, "um território de memória e palco de mudanças".

É um tema "definido e sustentado pela posição geoestratégica de Portugal como porta do Atlântico" e pretende "apresentar ao mundo as suas mais marcantes contribuições para o desenvolvimento futuro do espaço urbano, com destaque para as energias renováveis".

lusa.