A nova Constituição angolana vai ser aprovada em reunião plenária no próximo dia 21, por decisão da maioria qualificada do MPLA na Comissão Parlamentar Constitucional, disse hoje à Agência Lusa fonte que integra este órgão da Assembleia Nacional.

Quando os deputados reunirem, a 21 de Janeiro, para votar o novo texto constitucional, as bancadas vão estar divididas, de acordo com os posicionamentos manifestados até ao momento, estando contra a UNITA, maior partido da oposição, o Partido da Renovação Social (PRS) e a FNLA.

A maioria qualificada do MPLA, que resulta dos 81,6 por cento dos votos conseguidos nas eleições de Setembro de 2008, garante que o projecto «Presidencialista-Parlamentar» do partido que governa Angola desde 1975 vai resultar na futura Constituição angolana, que substituirá a de 1992, aprovada no seguimento da entrada em funcionamento do multipartidarismo.

Diário Digital / Lusa