Numa medida verdadeiramente invulgar, o Governo de Cuba autorizou, esta sexta-feira, os Estados Unidos a sobrevoarem o seu espaço aéreo, nas iniciativas de evacuação das vítimas do terramoto no Haiti para a base de Guantanamo, antes da sua posterior transferência para Miami.
A confirmação da autorização foi, de resto, já dada pela Casa Branca, a qual explicou ainda que, fruto desta medida, os voos entre Guantanamo e a Florida durem menos 90 minutos do que o habitual, uma vez que já não têm de contornar o espaço aéreo cubano.

Quanto à paragem em Guantanamo, tem a ver com o facto das equipas militares norte-americanas estarem a fazer da base um local de tratamento dos sobreviventes, permitindo depois aos casos mais graves o encaminhamento para Miami


dd.