O chefe militar da organização terrorista Al Qaeda na Península Arábica, identificado como Qasim al-Rimi, morreu hoje num bombardeamento aéreo iemenita juntamente com outros cinco membros da organização, segundo a agência de notícias iemenita Saba.
A agência, que cita fontes de segurança não identificadas, afirma que Rimi e os outros alegados terroristas morreram num ataque realizado às 14:30 entre as províncias de Saada e Jof.

A Saba acrescenta que o ataque foi realizado contra oito supostos terroristas, que estavam em dois veículos numa região situada entre Saada e Jof.

Aparentemente, dois militantes da Al Qaeda conseguiram escapar.


dd.