O sismo que sacudiu o Haiti na terça-feira causou entre 40 mil a 50 mil mortos, segundo as estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS) citadas numa nota da ONU hoje publicada.
Mergulhados no caos, centenas de milhar de haitianos desesperados, em cólera e famintos, continuam a aguardar hoje a ajuda internacional que continua a não chegar aos necessitados.

Diário Digital / Lusa