Pelo menos duas pessoas morreram esta manhã, na sequência de um atentado suicida na região de Ingushetia, norte do Cáucaso. O atentado, junto à sede da polícia da região, teve duas explosões.
«Como resultado da explosão, o bombista suicida morreu no local e três polícias foram levados para o hospital, onde dois dos quais morreram», avançou o comité russo de investigação.

Os media locais dizem que a segunda bomba explodiu num carro, estacionado fora do edifício, cerca de 50 minutos após a primeira.

O ataque desta manhã segue a onda de terrorismo protagonizada por caucasianos, que teve como atentado máximo o do metro de Moscovo, onde morreram 39 pessoas.

Diário Digital / Lusa