Parque Natural
Vila do Bispo declara ‘guerra’ a novo plano

A Assembleia Municipal de Vila do Bispo manifesta " repúdio" pelo novo plano de ordenamento do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina e admite, se for necessário, o recurso "à via judicial, ao direito de resistência e de acção popular" para impedir a sua entrada em vigor.

Num documento enviado a diversas entidades, nomeadamente ao Presidente da República e ao Governo, é reclamada "a imediata suspensão" do plano para que seja feita uma avaliação dos seus impactes. São ainda exigidas "indemnizações compensatórias para os munícipes alvo de discriminação negativa que ficarem privados do direito de propriedade e do livre exercício de actividades ancestrais", como a agricultura, a pesca, o marisqueio ou a caça.


Correio da Manha