Albufeira: Segundo assalto às bombas da Galp nos Olhos d’Água
Escavadora volta a atacar em ATM

Quando a escavadora arrancou a caixa multibanco das bombas da Galp, ontem de madrugada, em Albufeira, o estrondo foi tal que os moradores da zona pensaram que tinha acontecido um acidente.

O mais recente ataque com maquinaria pesada para furtar uma caixa ATM aconteceu no Vale da Azinheira, na zona dos Olhos d’Água. Com este, é já o décimo ataque do género nos últimos meses, no Algarve.

O golpe, ao que o CM apurou, terá sido protagonizado por quatro assaltantes, que estiveram à porta de um clube de diversão nocturna da zona momentos antes. Mas, na hora em que a máquina retroescavadora avançou para o local, por volta das 05h00, só um elemento foi visto. "Ouvi um grande estrondo e quando fui à janela já só vi um homem a arrancar com uma carrinha de caixa aberta", recordou ao CM a moradora de uma casa em frente à gasolineira.

O golpe terá acontecido em menos de cinco minutos. O grupo colocou a carrinha de caixa aberta no local e, mais tarde, avançou com a máquina contra a parede, usando o balde traseiro. De seguida, a caixa ATM foi colocada em cima de uma carrinha Toyota, que as autoridades suspeitam ter sido furtada.

A retroescavadora foi furtada de um estaleiro a um quilómetro de distância. Nas redondezas, uma hora antes, foi vista uma outra carrinha suspeita, que, ao que tudo indica, terá dado apoio aos assaltantes.

O valor roubado deverá rondar os 30 mil euros. Uma patrulha e o Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Albufeira tomaram conta da ocorrência. A investigação passou para a Polícia Judiciária, que recolheu vestígios no local.


Correio da Manha