Tragédia em França
Casal português e filho menor morrem em fogo

Um casal de portugueses emigrantes em França e o seu filho de dois anos e meio morreram na madrugada da última terça-feira, na sequência de um incêndio que destruiu a casa onde viviam, nos arredores de Paris. As duas filhas mais velhas do casal, gémeas de 18 anos, escaparam às chamas, saltando de um primeiro andar para a rua.

João Mariano, de 42 anos, natural de Quiaios (Figueira da Foz) e a sua mulher, Jaqueline Sá Mariano, de 43 anos, de Esmoriz (Aveiro), terão morrido em consequência da inalação do fumo resultante do fogo. O mesmo terá sucedido com a criança.

A família vivia em Pavillon de Voulangis, Seine-et-Marne, na região de IIe de France. O homem, trabalhador na área da informática, estava emigrado há 40 anos. A sua mulher era doméstica.

O incêndio deflagrou quando estavam a dormir e o alerta para os bombeiros foi dado pelos vizinhos. As duas gémeas foram transportadas para o Hospital de Meaux e o seu estado físico não inspira cuidados de maior. As autoridades policiais estão a investigar as causas do fogo.

A tragédia aconteceu pelas 02h00 e foi conhecida em Quiaios passadas três horas. Os pais de João Mariano partiram ainda na terça-feira para França no sentido de se inteirarem do que aconteceu e para fazerem os possiveis para que os funerais sejam em Portugal.

A família de emigrantes planeava vir a Portugal de férias a 12 de Julho.


Correio da Manha