Espanha: Caso da mãe que matou os filhos em hotel de Lloret de Mar
Pedófilo abusou de uma enteada

Martin Anthony Smith, o pedófilo britânico casado com a mulher que na terça-feira matou os seus dois filhos num hotel de Lloret de Mar, em Espanha, terá abusado da sua enteada, filha mais velha da companheira, e poderá também ter violado a própria filha, Rebecca, de cinco anos, revelaram fontes próximas da investigação.

Lianne Smith, que confessou ter asfixiado com um saco de plástico os filhos Rebecca e Daniel, este com 11 meses, tinha mais dois filhos de um relacionamento anterior. Um deles, uma rapariga que agora tem 20 anos, terá sido abusada pelo actual marido, Martin Smith. A polícia aguarda o relatório das autópsias das duas crianças assassinadas para confirmar se também Rebecca sofreu abusos. A mãe, detida em Espanha, está a ser submetida a testes psiquiátricos e, segundo fontes da investigação, tentou suicidar-se após ter assassinado os filhos, alegadamente porque temia que estes lhe fossem retirados após a detenção do marido, na semana anterior.

Refira-se que Lianne Smith viveu três anos em Barcelona com o marido, agora extraditado para o Reino Unido, onde é acusado de 13 crimes de violação. O casal fugiu do Reino Unido após saber que ele iria ser acusado de pedofilia. Martin Smith já foi informado da morte dos filhos e ameaçou suicidar-se, estando sob vigilância.


Correio da Manha