Juiz considerou violação da "ordem da natureza"
Malaui: Casamento gay dá prisão por 14 anos

Catorze anos de prisão foi a pena aplicada pelo tribunal de Blantyre, no Malaui, a um casal homossexual por ter organizado o primeiro casamento gay naquele país.



Além da pena de prisão, o casal deve ainda prestar trabalhos forçados por ter violado a “ordem da natureza”, num país marcado pela conservadorismo.



Segundo a agência Lusa, o juiz condenou à “pena máxima” como forma de “proteger o público de pessoas do vosso género, para não serem tentados a reproduzir este exemplo horrível”.


A pena foi contestada pelas organizações de defesa dos Direitos do Homem e de luta contra a SIDA.



Tiwonge Chimbalanga, de 20 anos, e Steven Monjenza, de 26 anos, foram detidos dois dias depois da cerimónia homossexual.


Correio da Manha