Em Vila Flor, Bragança
Octogenária estrangulada e violada

Uma mulher de 89 anos foi, pelas 16h45 de ontem, encontrada morta em casa, em Freixiel, Vila Flor. O cadáver apresentava indícios claros de que a idosa foi violada e estrangulada.

Isolina Bernardete Ramos estava seminua e foi descoberta pelo empregado no rés-do-chão do anexo da habitação. Não há, para já, suspeitos do crime.

Isolina, antiga professora primária e viúva, já não era vista desde a noite de anteontem, pelo que as autoridades desconfiam de que tudo se terá passado de madrugada. A octogenária tinha uma corda à volta do pescoço e um saco de plástico ao lado da cabeça. Também tinha ferimentos, em especial nos pulsos, que podem indicar que tentou resistir.

Ao que o CM apurou, Isolina era uma pessoa abastada e de bom relacionamento, não se lhe conhecendo inimigos. De acordo com fonte policial, nada terá sido furtado do interior da casa. O funcionário da vítima deu o alerta às autoridades depois de estranhar a ausência da idosa. A GNR de Vila Flor foi ao local, mas para já não há pistas de quem tenha sido o autor do crime.

O caso foi entregue à PJ de Vila Real que aguarda os resultados da autópsia.


Correio da Manha