Avança INE
Inflação aumenta 1,1% em Maio

O Instituto Nacional de Estatística (INE) avançou esta segunda-feira que a inflação aumentou 1,1% em Maio, em termos homólogos e 0,2% face ao mês anterior.

De acordo com o INE, excluindo a energia e os bens alimentares não transformados, a taxa de variação homóloga do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) foi negativa em 0,1 por cento, superior em 0,4 pontos percentuais à observada no mês anterior.

"A contribuição negativa mais significativa para a taxa de variação homóloga do IPC continuou a verificar-se na classe dos produtos alimentares e bebidas não alcoólicas", refere o INE.

Entre as contribuições positivas para a variação homóloga do IPC, de acordo com o INE, "destacam-se as registadas nas classes dos transportes e, em menor grau, da habitação, água, eletricidade, gás e outros combustíveis".

A variação mensal do IPC foi de 0,2 por cento, enquanto a variação média dos últimos doze meses aumentou 0,2 pontos percentuais em relação ao mês anterior, situando-se em -0,5 por cento.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC), por sua vez, registou uma variação homóloga de 1,1 por cento em maio, 0,4 pontos percentuais acima ao observado no mês anterior.

Este valor é inferior em 0,5 pontos percentuais à taxa de variação homóloga estimada pelo Eurostat, o gabinete de estatísticas da União Europeia, para a área do euro, refere o INE.

A taxa de variação mensal do IHPC situou-se em 0,2 por cento, enquanto a variação média dos últimos 12 meses aumentou 0,2 pontos percentuais, para -0,5 por cento.

Correio da Manha