Os talibãs anunciaram hoje que continuarão a lutar até à retirada das tropas estrangeiras do Afeganistao, independente da substituição do chefe das forças internacionais, o general norte-americano Stanley McChrystal.
«Para nós é indiferente saber quem está no comando, McChrystal ou Petraeus. A nossa posição é clara. Lutaremos contra os invasores até que eles se vão embora», declarou Yusuf Ahmadi, porta-voz dos talibãs.

O presidente norte-americano, Barack Obama, anunciou quarta-feira que a conduta do general Stanley McChrystal como comandante das tropas da NATO no Afeganistão não se enquadrava nos critérios exigidos para um militar que ocupa um posto tão alto, aceitando a sua demissão.

O general McChrystal será substituído pelo general David Petraeus, que chefia actualmente as forças norte-americanas no Iraque e Afeganistão.

O govero do presidente afegão, Hamid Karzai, tinha pedido publicamente aos Estados Unidos que McChrystal não fosse afastado.

«É vergonhoso. Karzai, o presidente fantoche, pediu ao presidente Obama que mantivesse McChrystal no cargo», disse Ahmadi.

dd.