Namoravam há 16 anos
Portuguesa e brasileira oficializam união no Brasil

A portuguesa Denise Jorge e a brasileira Vera Linhares protagonizaram quarta-feira, a primeira união fora de Portugal depois da aprovação do casamento civil homossexual em Portugal.

Após 16 anos de namoro, Denise, de 45 anos, funcionária do Consulado de Portugal no Rio de Janeiro não cabia em si de contente.

"É um passo imenso apesar de Portugal ter uma fama de país retrógrado e católico. Portugal deu um passo em frente", declarou a portuguesa.

Por seu lado, Vera Linhares, de 60 anos, referiu que é "muito bom" sentir-se casada.

"Estou muito nervosa, muito emocionada. Nós somos as primeiras. A festa foi do Consulado inteiro, todo mundo apoiou", salientou.

A cerimónia teve lugar no Consulado de Portugal no Rio de Janeiro e foi acompanhada por cerca de 30 amigos que brindaram com champanhe à felicidade das recém-casadas.

Apesar de estarem casadas perante a legislação portuguesa, as duas pretendem continuar a viver no Rio de Janeiro, país que não reconhece ainda a união.

"O Brasil ainda não tem a lei. Não podemos homologar esse casamento pois fere a legislação brasileira. Mas aqui no Brasil, vamos fazer um contrato homoafectivo que lhe dará (a Vera) os direitos como companheira", comentou Denise.

O Casamento homossexual foi aprovado pelo parlamento português no início do ano e promulgado por Cavaco Silva a 17 de Maio.


Correio da Manha