Covilhã: Inquilino tentou matar senhorio com faca de cozinha
Preso aos 90 anos

As relações entre os dois homens, inquilino e senhorio, residentes em Cortes do Meio, Covilhã, já não eram boas e atingiram o ponto de ruptura na última sexta-feira – em mais uma violenta discussão. O inquilino, de 90 anos, pegou numa faca de cozinha e desferiu dois violentos golpes em José Miguéis, de 75 anos – que está internado em estado grave mas já livre de perigo.

Segundo o CM apurou, na origem da rixa entre os dois idosos esteve uma alegada dívida de dois meses de renda em atraso e o facto de o inquilino ter acusado a mulher do senhorio de lhe ter ficado com o dinheiro da reforma. José Miguéis não gostou da acusação e na sexta-feira foi travar-se de razões com o nonagenário. Das palavras aos actos foi uma questão de segundos: o inquilino de uma casa na aldeia pegou na faca e esfaqueou-o com grande violência. A mulher da vítima tentou evitar os golpes, mas já só conseguiu gritar por socorro.

"Eu ouvi os gritos desesperados da mulher, saí à rua e já só vi o homem estendido no chão e a perder muito sangue", descreveu ontem ao CM Rosa Marmelo, a vizinha que ligou para o 112 e depois prestou os primeiros-socorros à vítima. "Ele tinha dois grandes golpes perto do pescoço. Só não o matou por muita sorte", disse a moradora.

Os vizinhos conseguiram estancar a perda de sangue até à chegada dos médicos do INEM. Enquanto isso, o agressor, que estava a residir em Cortes do Meio há poucos meses, foi alvo da ira popular mas refugiou-se em casa até à chegada das autoridades, que o detiveram.

A GNR comunicou o sucedido à Polícia Judiciária, que já levou o suspeito ao Tribunal Judicial da Covilhã, para ser sujeito ao primeiro interrogatório judicial. O juiz decretou-lhe prisão preventiva mas agora vai ficar internado, de forma compulsiva, no departamento de psiquiatria do Centro Hospitalar da Cova da Beira.


Correio da Manhã