Porto: Dono de empresa de segurança impediu agressor de entrar em bar
Empresário leva tiro na cabeça

Tiago ‘Pitbull’, conhecido por causar vários desacatos na noite do Porto, deu um tiro na cabeça do dono de uma empresa de segurança ao ser impedido de entrar no bar Porto Inn, no Campo Alegre, ontem de madrugada.

O agressor abandonou Eduardo Silva, de 39 anos, em agonia no local do crime e fugiu para Espanha. A tentativa de homicídio foi filmada pelas câmaras e a PJ do Porto já tem em sua posse as gravações.

O tiro, disparado de uma pistola 6,35 mm, entrou pela testa da vítima. Segundo fonte hospitalar, o projéctil não chegou a afectar o cérebro, tendo o empresário já recebido alta.

Os desacatos provocados por ‘Pitbull’, residente no bairro do Aleixo, no Porto, duram há vários anos. Em Agosto de 2009, o CM publicou, inclusive, um vídeo em que se via o jovem a entrar à força na discoteca La Movida e a agredir os seguranças. Na altura desse episódio, o estabelecimento nocturno despediu a empresa de segurança e contratou os serviços da SPDE (Segurança privada e vigilância em eventos), que é propriedade da vítima Eduardo Silva. Os distúrbios de ‘Pitbull’ continuaram e, há cerca de um mês, o empresário impediu--o de entrar em todas as discotecas onde a sua empresa faz segurança, ou seja, em 90% dos estabelecimentos do Porto. O agressor não se conformou e na passada terça-feira tentou mais uma vez divertir-se no La Movida. Eduardo foi chamado pelos funcionários a intervir. ‘Pitbull’ não gostou e ameaçou-o .

O episódio de ontem de madrugada foi desencadeado após mais uma tentativa forçada do jovem em entrar num bar. O empresário, mais uma vez, impediu-o e o agressor não se ficou pela ameaça: puxou da pistola e deu-lhe um tiro na cabeça.

AGRIDE CLIENTES E SEGURANÇAS DA DISCOTECA

As imagens gravadas pelas câmaras de videovigilância da discoteca La Movida que o CM divulgou em Agosto do ano passado têm início já de madrugada, quando alguns jovens, entre os quais está Tiago ‘Pitbull’, começam a trocar provocações entre si.

O controlo da situação, desde o início, é assumido pelos seguranças da discoteca, que acabam por exigir que o grupo se vá embora. Mas a violência apenas aumenta. Momentos depois, o grupo entra no estabelecimento à força e espanca brutalmente um outro jovem. Nas imagens, Tiago ‘Pitbull’ age sempre como líder do grupo e assume sempre uma atitude agressiva. O confronto físico é mesmo iniciado pelo jovem, que agride brutalmente os clientes e os próprios seguranças da discoteca La Movida.

LEVOU TRÊS TIROS NA PERNA DURANTE CONFRONTO

Em Agosto do ano passado, antes de ser filmado em desacatos na discoteca La Movida, Tiago ‘Pitbull’, largamente conhecido das autoridades, levou três tiros na perna durante um confronto no bairro do Aleixo. O tiroteio começou junto à Torre 1 do bairro, durante uma discussão entre as mulheres de ‘Cavadoras’ e de ‘Pitbull’. Durante o confronto, a primeira acabou por chamar o marido, que não hesitou em sair aos tiros. O homem acabou por atingir Tiago ‘Pitbull’ e uma das balas ainda se alojou na porta de um Fiat Uno que ia a passar naquele momento. O condutor não ficou ferido.


Correio da Manhã