Três membros da Al-Qaida, incluindo um dirigente do grupo, foram mortos em confrontos com forças de segurança no domingo na província de Chabwa, no Iémen, depois de seis soldados, que guardavam instalações petrolíferas, terem morrido num ataque, foi anunciado.

«Três membros da Al Qaeda, incluindo um eminente dirigente, foram mortos» em confrontos que se seguiram ao ataque por homens armados no domingo contra instalações petrolíferas de uma empresa estrangeira, do qual resultaram seis soldados mortos, informou uma fonte da segurança.

«Zayed al-Doughari está entre os três mortos e é um dos mais importantes dirigentes da Al Qaeda na província de Chabwa«, precisou um responsável dos serviços de segurança.

Diário Digital / Lusa