Bebé de seis semanas
Padre afoga bebé em baptismo

Um padre foi acusado de ter afogado, acidentalmente, um bebé de seis semanas quando o baptizou em Moldova, na Roménia.

“Todos viram que o padre não tapou a boca e o nariz do bebé para impedir a água de entrar, devia tê-lo feito como se faz em todos os outros baptismos. Não conseguíamos acreditar que ele só tinha a mão na barriga e na cabeça do bebé quando o submergiu três vezes na água”, afirmou o pai da criança, Dumitru Gaidau.

Uma filmagem feita por familiares que assistiam ao baptismo mostra o bebé a mexer-se quando era retirado da fonte e que, quando estava a ser vestido, tinha dificuldades em respirar. Cerca de 20 minutos depois, o bebé começou a sangrar do nariz e da boca e morreu a caminho do hospital.

De acordo com o jornal 'Daily Mail', após a autópsia, confirmou-se que a causa de morte foi afogamento.

O padre Valentin considera-se inocente na morte do bebé e incorre numa pena de prisão efectiva de três anos.


Correio da Manhã