Entre Abril e Junho deste ano o Facebook tentou influenciar a não aprovação, no estado da Califórnia, de uma lei mais restritiva sobre a protecção de dados de menores
A notícia, que é avançado pelo Mashable, refere que a empresa de Mark Zuckerberg gastou cerca de 6.600 dólares em jantares para convencer alguns dos políticos implicados na aprovação da lei a votar contra.

Em causa está o Social Networking Privacy Act que prevê sanções para as redes socais que deixem visíveis informações sobre os contactos (morada e telefone) de menores de 18 anos.

Embora a actividade de lobby seja legal nos EUA, o Facebook apenas contratou os serviços de um profissional em Junho deste ano.

sol.sapo.pt
__________