Três crianças morreram e uma ficou ferida com a detonação de um engenho explosivo que se encontrava numa lixeira em Viana, arredores da capital angolana, Luanda.

A polícia admite que o engenho explosivo deve ter sido abandonado no local por alguém que não quis fazer a sua entrega às autoridades.

A agência de notícias angolana, Angop, avançou hoje que as crianças que morreram tinham entre os sete e os nove anos de idade, e cita Manuel Kudiva, cidadão que presenciou o acidente, explicando que as vítimas tiveram morte imediata, enquanto a criança ferida sofreu apenas escoriações nos membros.

Diário Digital / Lusa