Um avião da UPS, que partiu do Iémen em direcção a Chicago, nos EUA, foi parado em Londres por suspeitas de que teria uma bomba a bordo. Entretanto, o FBI garante que não foram encontrados explosivos nesse avião, mas continuam a ser investigadas várias encomendas suspeitas em aviões de carga, nos EUA.

As autoridades norte-americanas estão a investigar "itens potencialmente suspeitos" em aviões da mesma empresa de distribuição, que aterraram nos aeroportos de New Jersey e Filadélfia, revelou a Administração de Segurança nos Transportes norte-americana.

Os dois aviões que aterraram em Filadélfia, um Boeing 767 e um MD11, voaram a partir de Pais, em França, e Colónia, na Alemanha.

O avião parado em Newark já teve autorização para descolar novamente.

Um camião da UPS, que se encontra na área de Queens, em Nova Iorque, também está a ser investigado.

"É um camião da UPS. Estamos a investigar aquilo que acreditamos ser um engenho explosivo a bordo do camião", disse à agência Reuters um porta-voz da polícia de Nova Iorque, que se recusou a comentar ligações aos acontecimentos nos aeroportos.


JN