Foi lançado um projecto de investigação que junta esforços da Infineon, da IBM e de um conjunto de universidades europeias para melhorar a eficiência energética dos dispositivos electrónicos que se ligam à electricidade. O crescente consumo energético dos centros de dados é uma das grandes preocupações nesta matéria, mas também questões mais simples e directamente relacionadas com o cidadão.

Um dos objectivos do projecto é precisamente o de multiplicar por dez o período de duração das baterias dos telemóveis. O mesmo objectivo aplica-se a outros dispositivos de consumo, como os computadores.

Outro objectivo directamente relacionado com o consumo diário de electricidade, resultante da utilização de dispositivos electrónicos, é o de minimizar o consumo eléctrico que resulta do uso de dispositivos electrónicos em stand by.

Dados oficiais indicam que 10 por cento do consumo de electricidade na UE, associado a residências e escritórios, se deve ao funcionamento de equipamentos neste modo de espera.

O novo projecto de investigação, com uma participação maioritariamente europeia - excepção para a norte americana IBM - designa-se Steeper e procurará assim complementar o objectivo de redução do consumo energético de dispositivos electrónicos activos em 10 vezes, com o objectivo de eliminar o consumo energético associado aos dispositivos em stand by.

Números da Agência Internacional de Energia indicam que os dispositivos electrónicos representam 15 por cento do consumo energéticos nos domicílios, uma quota que até 2030 deve triplicar se nada for feito.

"O nosso objectivo é partilhar os resultados desta investigação permitindo aos fabricantes o desenvolvimento do Santo Graal da electrónica: um computador com um consumo mínimo de energia quando não está em utilização, aquilo a que chamamos um PC zero watts", detalha Adrian Ionescu da Ecole Polytechnique Federale de Lausanne citado pela Reuters.

tek.sapo