As corporações de bombeiros de Lisboa receberam hoje, sábado, 141 pedidos de ajuda para inundações em toda a cidade, sendo que 41 ocorrências ainda estavam activas a meio da tarde.

"Desde as 0 horas que recebemos 141 pedidos de ajuda mas a maior afluência de chamadas registou-se entre as 14 horas e 16.30 horas", adiantou um responsável do comando distrital dos Sapadores de Lisboa.

Ainda por resolver estão 41 ocorrências, espalhadas em vários pontos da capital. "Não há um local que se possa considerar mais grave, toda a cidade de Lisboa foi afectada pela forte chuvada, principalmente a que se verificou ao início da tarde", acrescentou.

Entre as zonas afectadas estão Alcântara, cuja circulação entre o Hospital Egas Moniz e o Instituto de Medicina Tropical foi cortado às 15.20 horas, e a Calçada do Carriche, com uma forte corrente de água que provocou constrangimentos no trânsito.

Também a Autoridade Nacional de Protecção Civil disse ter recebido "vários" pedidos de socorro, embora não consiga ainda precisar o número de ocorrências.

"De momento a Estrada Nacional 8 e a Estrada Nacional 25, na zona de Frielas, estão cortadas ao trânsito", afirmou fonte Autoridade Nacional de Protecção Civil citada pela Agência Lusa.

Inundações em vias públicas, caves de restaurantes e habitações particulares são as ocorrências mais frequentes.

JN